Favari Filho

SUPERAÇÃO. Depois de dezesseis anos abrilhantando as quadras nas disputas do Rio Claro Basquete, Vinícius Sossai encerra sua participação na equipe do Leão. O atleta, natural da Cidade Azul, teve a paixão pelo esporte iniciada enquanto acompanhava o irmão nos treinos no SESI; logo, entrou para a escolinha de basquete e com oito anos de idade já dividia o tempo entre os treinos e as atividades de Educação Física do Colégio Koelle.

FUTURO: “Quero agora retribuir de alguma forma todo carinho recebido da torcida rio-clarense”
FUTURO: “Quero agora retribuir de alguma forma todo carinho recebido da torcida rio-clarense” (foto: Filippo Ferrari)

Aos poucos, Sossai foi aperfeiçoando suas habilidades e começou a treinar nas categorias de base de Rio Claro. Daí até transformar o sonho em realidade foi uma questão de oportunidade, empenho, treinamento e foco! “Jogo basquete há vinte anos e sou o atleta que mais vestiu a camisa do Rio Claro Basquete na história da equipe, além de ter sido o capitão durante doze anos.” Entretanto, o jogador que ama o esporte vive um momento de mudança na carreira devido à não renovação com o clube e pretende agora levar toda a sua experiência para novos projetos.

Sobre os momentos no RCB, ponderou: “Foram muitos, alguns tristes, como a perda do amigo e jogador Fábio Spatti com dezoito anos; também as lesões de ombro e no tendão de Aquiles que frearam um pouco a minha carreira. Mas, sobretudo, muitos momentos felizes e inesquecíveis como as conquistas dos títulos e o acesso ao NBB, quando atuei como capitão erguendo a taça da Liga Ouro”. A torcida com certeza vai sentir falta de um dos maiores símbolos do time dentro das quatro linhas, porém Sossai garantiu: “A despedida não significa um adeus, mas apenas um até breve”.

GRATIDÃO

“À equipe do RCB e aos amigos desejo sucesso, aos torcedores meu agradecimento pelo apoio e aos meus mestres Wilson Renzi, Guerrinha, José Neto, Dedé Barbosa e Marcelo Tamião a minha eterna gratidão.”

TÍTULOS

Vinícius foi duas vezes escolhido entre os Melhores do Campeonato; convocado para as seleções Paulista e Brasileira; e cestinha do Campeonato Paulista Infanto-juvenil. Acumula quatro títulos dos Jogos Regionais; dois títulos dos Jogos Abertos; quatro títulos de Campeão Milênio Paulista; dois títulos de Campeão da Copa Brasil Sudeste; dois bronzes na Copa Brasil; Campeão da Liga Ouro; duas participações em Brasileiros da CBB [Confederação Brasileira de Basketball]; e outras duas no NBB [Novo Basquete Brasil]. Além da participação no último Sul-americano que o RCB disputou, em 2007.