Velo Clube vence o Guarani fora de casa por 1 a 0 e respira

119

Matheus Pezzotti

Rubro-Verde superou adversidades e com um a menos e na raça, venceu seu primeiro jogo longe do Benitão (Foto: Leandro Ferreira/AAN)
Rubro-Verde superou adversidades e com um a menos e na raça, venceu seu primeiro jogo longe do Benitão (Foto: Leandro Ferreira/AAN)

Demorou quase todo o campeonato, mas em seu nono e último jogo fora de casa, neste sábado (25), o Velo Clube venceu o Guarani por 1 a 0, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, pela 18ª rodada da série A-2 e saiu da zona do rebaixamento e de quebra, praticamente eliminou as chances do Bugre de conquistar o acesso.

O gol foi marcado pelo ‘carrasco’ Leleco, que passou pelo Guarani na disputa do Brasileirão da série C de 2014, aos três minutos do segundo tempo.

Com a vitória, o Rubro-Verde deixou o Z-4 e está na 14ª colocação, com 19 pontos, dois a mais que o Comercial, que retornou ao bloco da degola em 17º lugar. O Guarani segue em oitavo com os mesmos 31 pontos.

O Rubro-Verde volta a campo no dia 03 de maio, às 10h, contra o Água Santa, no Benitão, pela última rodada da série A-2.

O JOGO
Jogando no 4-2-3-1, com Valdo Gigante como atacante, o Velo tomou a iniciativa, mas quem quase abriu o placar foi o Guarani, aos nove minutos, com Malaquias, que bateu de dentro da área, mas para fora.

O Rubro-Verde seguia melhor, marcando forte no meio, não deixando espaços, procurando encaixar contra-ataques, enquanto o Bugre abusava de cruzamentos na área e mais uma vez quase marcou aos 41, de novo com Malaquias, que cabeceou para o chão e Rafael Pin fez grande defesa.

No segundo tempo, logo aos dois minutos, Fernandinho recebeu na pequena área e chutou para fora perdendo chance incrível para os donos da casa.

A resposta foi no minuto seguinte. Leleco roubou a bola no meio de campo, avançou, passou pelo zagueiro, entrou na área e bateu tirando do goleiro Neneca para marcar seu quarto gol nesta A-2.

Com o gol sofrido, o Guarani, foi todo para o ataque e aos oito minutos, por pouco não empatou. Após bate-rebate na área, Dogão tirou em cima da linha e evitou o gol do Bugre.

Aos 28, Renatinho recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso e o Guarani seguiu no ataque, mas, desorganizado, errava passes e cruzamentos que o Velo Clube não aproveitava para contra-atacar.

Apesar do desespero, os donos da casa tiveram mais quatro oportunidades, inclusive com chute a queima-roupa, mas Rafael Pin fechou o gol e garantiu o placar favorável ao Rubro-Verde até o apito final.

FICHA TÉCNICA
GUARANI 0 x 1 VELO CLUBE
Local: estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas.
Público e renda: não divulgados.
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto.
Assistentes: Marco Antonio de Andrade Motta Júnior e Fábio Rogério Baesteiro.
Cartões amarelos: Malaquias (Guarani) e Renatinho, Dogão e Ricardinho (Velo Clube).
Cartão vermelho: Renatinho aos 28’/2T (Velo Clube).
Gol: Leleco aos 3’/2T (Velo Clube).

GUARANI
Neneca; Watson, Guilherme, Preto Costa e Oziel; Coppetti (Pitbull), Eder Silva (Luis Ricardo), Malaquias e Fumagalli e Fernandinho (Vitor Hugo); Nunes. Técnico: Ademir Fonseca.

VELO CLUBE
Rafael Pin; Renatinho, Dogão, Tiago Bernardi e Mizael; Ricardinho, Teco, Leleco (Selmir), Diego Higino (Calixto) e Judson (João Victor); Valdo Gigante. Técnico: João Vallim.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: