O Velo Clube segue com as atividades paralisadas aguardando um posicionamento da Federação Paulista de Futebol sobre o retorno da Série A-3. Assim como na divisão de acesso, segundo o presidente velista Reginaldo Breda, nenhum posicionamento foi passado ao clube sobre um possível retorno.

“Até agora nenhuma reunião foi agendada, mesmo com a liberação dos treinos para o Paulistão. Para o Velo Clube, nada foi comunicado pela Federação Paulista de Futebol”.

A diretoria do Velo Clube conseguiu manter 80% do elenco que vinha disputando o estadual, mas isso não deixou os dirigentes tranquilos.

“Conseguimos que seguissem conosco os goleiros Felipe Garça, Aurélio, Eduardo, os zagueiros Alexandre Carvalho, Gabriel Karan, Felipe Codo, os laterais Janilson, Lucas Pavone, Everton e Vinicius, os volantes Anderson Brito, Niander, Eurico, os atacantes Igor Eto, Thiaguinho, Lucas Duni, Felipinho, Rodney e Luís Gustavo, mas a demora para o retorno da competição preocupa, já que esses atletas podem despertar interesse de outros clubes”.

Segundo Breda, outra preocupação é sobre a situação financeira do clube.

“Estamos na mesma situação que muitos clubes, sem recursos. Paralisamos todas as atividades e diminuímos os custos para tentar deixar o clube viável”.

Mesmo com a situação preocupante, o dirigente rubro-verde está confiante em que a Série A-3 voltará.

“Espero que o campeonato seja decidido com a bola rolando, esse é meu desejo”, finalizou Breda.