UPA registra aumento no número de atendimentos no inverno

69

Ednéia Silva

Frio aumenta a incidência de doenças respiratórias
Frio aumenta a incidência de doenças respiratórias

A estação mais fria do ano exige cuidado redobrado com a saúde. O clima seco e frio, a poluição e o contato com pessoas doentes aumentam a proliferação dos vírus e, consequentemente, elevam a incidência das doenças respiratórias. De acordo com o Ministério da Saúde, as infecções das vias respiratórias crescem 30% no inverno e afetam principalmente crianças e idosos.

No frio, as pessoas costumam fechar portas e janelas para manter o ambiente quente. Essa atitude ajuda na proliferação das doenças. Especialistas recomendam que os ambientes sejam arejados regularmente para promover a circulação de ar, evitar o acúmulo de mofo e transmissão dos vírus. Outra dica é evitar aglomerações de pessoas nesta época do ano e lavar as roupas de inverno antes de usar, porque elas podem conter poeira e ácaros.

Instalada a doença, a saída é procurar atendimento médico. Diante disso, a demanda aumenta nas unidades de pronto-atendimento do município. De acordo com a Fundação Municipal de Saúde de Rio Claro, com o tempo mais frio e seco, os atendimentos nas unidades de urgência e emergência crescem cerca de 20%. Entre os casos mais atendidos estão: pneumonia, faringite, bronquite, amidalites, infecções de vias aéreas, asma e sinusite.

Medidas simples podem combater essas doenças. Toalhas molhadas ou recipientes com água podem ser usados para umedecer o ambiente. Outra dica é melhorar a alimentação, ingerindo sucos, frutas, legumes e verduras. A ingestão de água também é necessária, bem como hidratar a pele. As pessoas também podem lavar as narinas com soro para evitar vírus e bactérias e, se possível, evitar ambientes fechados.

Outras dicas são: manter roupas de cama sempre limpas, retirar o pó da mobília, lavar as mãos com frequência, evitar ter em casa tapetes e bichos de pelúcia, praticar atividades físicas regularmente etc.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: