Saúde de RC revela data de chegada das unidades móveis

414

Lucas Calore

A grande novidade anunciada pela nova gestão municipal na área da saúde é a vinda de unidades móveis de atendimento para Rio Claro. O programa já obteve o contrato assinado e será implantado no Espaço Livre da Avenida Visconde. No lançamento do projeto, o prefeito Juninho da Padaria disse que o dinheiro investido foi o que não se utilizou no Carnaval deste ano.

Em entrevista na última semana ao JC, o presidente da Fundação Municipal de Saúde de Rio Claro, o Dr. Djair Claudio Francisco, revelou que a data de chegada das unidades será dia 15 de agosto, podendo ser antecipada, e os trabalhos de atendimento terão início no dia 1º de setembro.

“O que estamos recebendo só existe em São Paulo. É a primeira cidade do interior a realizar projeto de tamanha grandiosidade. Estaremos, na verdade, abrindo um ‘hospital’, inclusive com dois centros cirúrgico em uma megaestrutura, e que foi projetada a partir de muito estudo de uma equipe extraordinária que se ‘desdobrou’ nesses seis meses, quase que de sol a sol, para propiciar esse momento. Formarão um complexo ambulatorial para exames e cirurgias. Esse programa está custando R$ 11,5 milhões. Eu não sei dizer quanto custaria o Carnaval, mas sei dizer que o dinheiro que seria utilizado lá está sendo muito bem utilizado. Já assinamos o contrato, toda estrutura está sendo preparada. Temos uma fila de espera desumana. Não poderíamos mais, como cidadãos, ignorar isso. No ano passado, perdemos muitas pessoas que poderiam ter sido tratadas. Os problemas foram piorando e resultaram em mortes. No Pronto-Socorro Municipal Integrado morreram 233 pessoas, muitas delas se tivessem com diagnóstico apurado antes, teriam sido salvas. Não queremos nossas mãos sujas de sangue. Isso demanda muito esforço, sobretudo financeiro. O prefeito entendeu que havia necessidade de não realizar a festa, propiciando a condição que temos hoje. Para esse novo complexo, assim como estamos fazendo com nossas contas na Fundação, faremos pagamento no dia certo”, informou.

Entrevista

A entrevista completa pode ser conferida na seção de vídeos na página do JC (clique aqui). No bate-papo, o Dr. Djair abordou assuntos como dívida previdenciária, processos trabalhistas, falta de medicamentos, atendimento do SUS na rede privada, entre outros.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: