Sub 12 do Basquete é o Grande Campeão 2016!

200

Favari Filho

ÉÉÉ CAMPEÃO!: os garotos do Clube de Campo/Seme venceram a equipe da Capital Paulista e foram consagrados como campeões
ÉÉÉ CAMPEÃO!: os garotos do Clube de Campo/Seme venceram a equipe da Capital Paulista e foram consagrados como campeões

Vitória em casa! Os jogos de abertura das finais da categoria sub 12 do Campeonato Estadual, ocorridos neste no último fim de semana no Clube de Campo, tiveram início com o Mackenzie vencendo o Casa Branca por 57X38; na sequência, os meninos que representam a Cidade Azul derrotaram o Paulistano pelo placar de 57X52 e garantiram uma vaga no embate decisivo do domingo (20), quando pegaram o Mackenzie – que representa a Capital Paulista – e conquistaram o título de 2016!

Ao Caderno de Esportes, o treinador Álvaro Pacheco expôs que o título foi resultado de muito trabalho e dedicação. “Graças a Deus fomos campeões dos Jogos do Interior nas categorias sub 12 e sub 13 e, agora, Campeões do Estado; foi uma surpresa, ainda que acreditássemos que tínhamos condição”, enfatizou acrescentando que, para as finais do sub 13 no próximo fim de semana, as expectativas são as melhores possíveis.

“Agora, são três partidas e, caso a gente vença o Mauá, podemos chegar novamente à final que, acredito, deva ser contra o Palmeiras.” Cabe destacar que, além de Rio Claro e Mauá, disputam o troféu Franca e Palmeiras e que os embates acontecem na Capital do Calçado.

“Acredito que o título premia uma equipe dedicada, que apresenta uma defesa forte e equilibrada e uma comissão técnica de altíssima qualidade”, expôs Guedes.

O JOGO

Segundo informações apuradas pela reportagem com o diretor de Esportes do CC, Daniel Guedes, foi um jogo muito difícil, uma vez que a equipe do Mackenzie, logo no primeiro quarto, conseguiu abrir uma boa vantagem de 12X1. No entanto, o segundo quarto seguiu mais equilibrado com o CC/Seme diminuindo a vantagem para apenas dois pontos.

Ainda de acordo com Guedes, na volta para a terceira etapa, Pacheco alterou as formações dos quintetos, bem como a tática ofensiva da equipe. Resultado: as alterações surtiram efeito e os meninos viraram o placar e não perderam mais a dianteira. No último quarto, os defensores do Leão com muita inteligência souberam administrar e não deixaram a diferença baixar para menos que nove pontos: final 49X40.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: