Shopping promove palestras sobre aleitamento materno

81

Em parceria com a equipe de Doulas MaGestar, o Shopping Rio Claro promove neste sábado, 17 de agosto, uma ação com rodas de conversa com pediatra, fonoaudióloga, psicóloga, consultora em aleitamento materno e doulas, dentro das atividades do Agosto Dourado, que visa promover, proteger e apoiar o aleitamento materno. A programação de rodas de conversas acontece a partir das 13h30, próximo a Ri Happy.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o aleitamento materno é a maneira ideal para fornecer às crianças os nutrientes que necessitam para um desenvolvimento saudável. Por isso, é considerado um dos melhores investimentos para salvar vidas e melhorar a saúde e o desenvolvimento social e econômico de indivíduos e nações.

Além dos benefícios orgânicos, como a transmissão de anticorpos da mãe para o bebê, a amamentação pode evitar problemas fonoaudiológicos, de respiração, audição, deglutição e psicomotoras.

O leite materno sacia a fome e impulsiona o viver. É naturalmente indispensável nos primeiros momentos da existência. Assim é o leite materno: a base da vida. A recomendação mundial é de que o aleitamento deve ser exclusivo até 6 meses e complementado com adição de alimentos variados até os 2 anos ou mais.

“As atividades serão coordenadas pela equipe de profissionais e de doulas da Doulas MaGestar, e permitirão às mães que amamentam uma troca de experiências importante para o dia a dia delas com seus bebês”, destaca Gisele Alvares, Supervisora de Marketing do Shopping Rio Claro

Programação de rodas de conversas do Dia Dourado

13h30: recepção das participantes

14h: Os benefícios do leite materno para o bebê, palestra com a dra. Priscila Saureti – pediatra

15h: Como vencer os desafios da amamentação?, palestra com Luciana P. Fiório Maciel – fonoaudióloga e consultora em aleitamento materno

16h: A importância da rede de apoio para a mãe que amamenta, palestra com Najila Loureiro e Natália Melleiro, doulas

16h45: Mamaço e encerramento

Qual sua opinião? Deixe um comentário: