Divulgação 

Rio Claro voltou a fazer parte do Mapa do Turismo Brasileiro, instrumento do Ministério do Turismo (MTur) que traça metas e políticas públicas visando o fortalecimento do setor em todo o país. Ano passado, durante a administração municipal anterior, o governo federal passou a adotar critérios mais rígidos para a inclusão de municípios e Rio Claro ficou fora do Mapa do Turismo Brasileiro.

Para o secretário municipal de Esportes e Turismo, Ronald Teixeira Penteado, a reinserção de Rio Claro reflete a valorização da atividade turística local. “Neste ano, fizemos questão de cumprir todos os critérios e prazos. Este é um importante mecanismo do Ministério do Turismo para mapear os municípios e desenvolver ações na área. Isso também pode facilitar a obtenção de recursos, pois o município passa a poder credenciar projetos solicitando verbas ao Ministério do Turismo”, destaca.

Conforme o MTur, a elaboração do Mapa é feita em conjunto com órgãos oficiais de turismo e atualizada periodicamente. Para retornar à lista, o município precisou cumprir várias exigências, além de enviar termo de compromisso aderindo ao Programa de Regionalização do Turismo e à Região Turística.

O Estado de São Paulo está dividido em 50 regiões turísticas e Rio Claro está inserido na chamada Serra do Itaqueri, com outras 12 cidades – Limeira, Brotas, Águas de São Pedro, Charqueada, Itirapina, Santa Maria da Serra, Ipeúna, São Pedro, Piracicaba, Torrinha, Corumbataí e Analândia.

Dos 645 municípios do estado de São Paulo, até o momento cerca de 370 foram inseridos no Mapa do Turismo. O processo de atualização do mapa deste ano está previsto para ser concluído neste mês de julho. Novas atualizações estão programadas pelo Ministério do Turismo para cada dois anos.