A Fundação de Saúde de Rio Claro e o Claretiano – Centro Universitário firmaram convênio nesta quarta-feira (3) para programa de preceptoria do curso de medicina da instituição de ensino. Unidades de saúde da rede pública municipal serão utilizadas para atividades de estágio, internato e residência médica, visando ações integradas de ensino e pesquisa no Sistema Único de Saúde (SUS) de Rio Claro.

“É um ganho muito importante, uma vez que a população contará com mais qualidade no atendimento e mais profissionais atuando nos serviços de saúde”, destaca o prefeito Gustavo.

O Programa de Preceptoria Médica consiste em uma atividade de supervisão, acompanhamento, orientação e avaliação técnico-pedagógica de aprendizagem prática. Os alunos terão a vivência da profissão, sempre de forma supervisionada.

“Entre os benefícios está a ampliação do número de profissionais capacitados e envolvidos com a atenção integral à saúde, além de promover a capacitação e a educação permanentes de profissionais em saúde”, observa Giulia Puttomatti, presidente da Fundação Municipal de Saúde.

Para as atividades dos universitários serão utilizados os espaços, instalações e equipamentos da rede pública municipal de saúde. As unidades de saúde em que serão realizadas as práticas de preceptoria são as do Jardim Novo, Bonsucesso, Mãe Preta, Terra Nova, as duas unidades de pronto atendimento e o futuro Hospital Dia, no Cervezão.

“Os alunos ganham com a prática da profissão e a população com mais qualidade no atendimento, então é uma parceria em que todos são beneficiados”, observa o padre Luiz Botteon, reitor do Claretiano.

O Claretiano se responsabilizará pelos custos e encargos com recursos humanos para a preceptoria, sem ônus financeiro ao município. Também será de responsabilidade do Claretiano selecionar os profissionais que atuarão como preceptores dos alunos. Além de ensinar e orientar os alunos, os preceptores se responsabilizarão por eles nos ambientes de prática em saúde, contribuindo para o desenvolvimento profissional destes estudantes. Para isso, os profissionais receberão “contribuição preceptoria”, com valores financeiros estipulados de acordo com a carga horária e que serão pagos pelo Claretiano.

Da assinatura do convênio também participaram Leandro Pauletti, pró-reitor acadêmico do Claretiano, e Osvaldo Celotti, pró-reitor administrativo.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Petrobras reduz preço da gasolina em 4,8%

Fuvest 2023 abre inscrições nesta segunda (15)