Rio Claro não deve ter Refis nos próximos três anos

350

Da Redação

O Refinanciamento fiscal da prefeitura de Rio Claro e do Daae termina hoje. Segundo o secretário de Economia e Finanças, Gilmar Dietrich, nos próximos três anos e meio a municipalidade não deve abrir o programa aos contribuintes inadimplentes. “Da minha parte não faremos mais nenhum Refis nos próximos 3 anos e meio”, frisou.

Questionado sobre o montante arrecadado com o programa até o momento, ele diz que “foram negociados mais de 15 milhões e arrecadados mais de 5 milhões até o dia 18 de agosto”.

Junho

O refinanciamento fiscal da Prefeitura teve início em junho. Segundo informações divulgadas pela imprensa da administração municipal, “o Refis deu chance aos contribuintes que devem IPTU e outros impostos de ficarem em dia com os cofres públicos antes de o município iniciar amplo programa de cobrança dos inadimplentes, a partir de setembro. Neste último dia de Refis, os abatimentos variam de 20% a 90% nos juros e multas”.

Atende Fácil

O Atende Fácil abre das 8 horas às 16h30. Quem deve ao Daae também pode ir à sede da autarquia, na Avenida 8-A, Cidade Nova. É possível ainda aderir ao Refis pelo site da prefeitura, www.rioclaro.sp.gov.br. O termo de acordo deve ser impresso e levado ao Atende Fácil para ser validado.

A inadimplência por três parcelas consecutivas ou cinco intercaladas exclui automaticamente o contribuinte do programa. As parcelas têm valor mínimo de R$ 30,00 para pessoas físicas e R$ 100,00 para pessoas jurídicas.

Até 90% de desconto

Hoje é o último dia para quem quer descontos de até 90% nos juros e multas das dívidas anteriores a dezembro de 2016, ou quer fazer parcelamento em até dez anos. As renegociações são feitas no Atende Fácil, na Avenida 2 entre as ruas 2 e 3, Centro. “Quanto menor o número de parcelas, maior será a isenção concedida”, ressaltou em outra oportunidade Dietrich.

R$ 5 milhões

Questionado sobre o montante arrecadado com o programa de refinanciamento fiscal da Prefeitura de Rio Claro até o momento, o secretário municipal de Economia e Finanças, Gilmar Dietrich, explica que “foram negociados mais de R$ 15 milhões e arrecadados mais de R$ 5 milhões até o dia 18 de agosto”. Neste ano, segundo a Prefeitura, o programa permitiu parcelamento em até dez anos.

1 COMENTÁRIO

  1. REFIS é renúncia fiscal mas as autoridades fecham os olhos para tal.É um cancro nas prefeituras,governos de Estados e até no Federal, pois incentiva as pessoas a não saldarem seus compromissos nos vencimentos, sabendo do perdão que irão receber depois.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: