Rio Claro FC estreia no Paulistão contra o Capivariano no Schmidtão

99

Matheus Pezzotti

Em janeiro, o Galo Azul treinou no Schmidtão. O último foi na quinta-feira, no horário da partida, para a adaptação do elenco
Em janeiro, o Galo Azul treinou no Schmidtão. O último foi na quinta-feira, no horário da partida, para a adaptação do elenco. (Foto: Luciano Urbancic)

Finalmente chegou o dia. Neste sábado (30), o Rio Claro FC inicia a sua sexta participação no Paulistão, sua terceira consecutiva, contra o Capivariano, às 21 horas, no Schmidtão.
Na pré-temporada, o Galo Azul fez três jogos-treino. Venceu a Inter de Limeira (3 a 0) e empatou com o São Carlos (1 a 1) e com o União Barbarense (2 a 2).  “A obrigação neste primeiro jogo será nossa e temos que ter um time mais à frente”, afirma o técnico Luis dos Reis.

Para a primeira rodada, 21 atletas estão registrados, dos 28 estipulados pela FPF, sendo vários da base. Léo Costa, artilheiro em 2014, não está na lista, assim como Caio Mancha, que vinha sendo o centroavante nos jogos-treino, Luís Felipe, na lateral direita, Odair Lucas, na zaga, e Felipe Saturnino na lateral esquerda.  “Tivemos alguns problemas de inscrições e teremos que fazer algumas modificações, mas não entro em detalhes, isso é com a diretoria. Mas é um time mais jovem, e acreditamos no seu potencial”, acrescenta Reis.

Questionada sobre estes problemas, a parte diretiva do Galo Azul apenas limitou-se a dizer que não estava autorizada a fornecer informações a respeito. Diante disso, torna-se impraticável escalar um provável Galo Azul para o jogo. O Capivariano foi o campeão da A-2 de 2014, com o técnico Evaristo Piza. Em 2015, totalmente reformulado, passou sufoco e por pouco não foi rebaixado.

E em seu segundo ano na elite, com o retorno de Piza, na pré-temporada, fez seis jogos-treino. Venceu o Atlético Sorocaba (2 a 1), o São Caetano (4 a 3), o Atibaia (3 a 1) e o Paulista (2 a 1); empatou com o Rio Branco (1 a 1) e perdeu para o Patrocinense-MG (2 a 1).

O provável time deve ser: Cléber Alves (ex-Rio Claro FC); Rafael Cruz, Leandro Silva, Bonfim e Marlon; Everton Dias, Wigor, Maguinho e Kleiton Domingues; Romão e Rodolfo.

Os ingressos custam: na coberta, R$ 80,00 (R$ 40,00 meia) e na descoberta, R$ 40,00 (R$ 20,00 meia). Há promoção para mulheres e torcedores que forem com a camisa azul do Rio Claro FC, que pagam meia, nos dois lados. Com base na Lei Municipal de 1973, crianças até 12 anos acompanhadas de responsável e com RG não pagam.

A partida terá transmissão da rádio Excelsior Jovem Pan News, 1410 kHz.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: