Da Redação

Vidro dianteiro do ônibus que levava equipe rio-clarense ficou parcilamente destruído
Vidro dianteiro do ônibus que levava equipe rio-clarense ficou parcialmente destruído

Vandalismo é a palavra que resume um lamentável episódio ocorrido na noite desse sábado (8). Ao iniciar a viagem de retorno para a Cidade Azul, a delegação do time do Rio Claro Basquete teve seu ônibus atacado.

Por volta das 23h, o vidro dianteiro do ônibus foi atingido por uma placa de sinalização de trânsito de aproximadamente dos metros de altura.

O objeto teria sido arremessado do alto no momento em que o veículo passava sob um viaduto da rodovia Cândido Portinari, sentido Ribeirão Preto, conforme nota oficial da equipe divulgada neste domingo (9).

O impacto da placa no veículo destruiu o vidro do ônibus, obrigando o motorista a manobrar para manter o veículo na pista. Os estilhaços feriram o auxiliar técnico Leonardo Figueiró no supercílio e no cotovelo.

O time Franca Basquete, no qual o time rio-clarense enfrentou horas antes em partida válida pelas quartas de final, prestou auxílio fornecendo um outro ônibus.

O ataque ao ônibus não foi o único problema na noite. Confira mais informações no comunicado oficial abaixo:

O grave e inaceitável episódio com o ônibus foi a última consequência de uma série de fatos ocorridos após a partida, que envergonham todo o esporte.

Depois de encerrado o jogo no Ginásio Pedrocão, um grupo de pessoas se aglomerou próximo ao banco de reservas do visitante para hostilizar e ameaçar os jogadores e a comissão do Rio Claro Basquete. Insegura, a equipe decidiu permanecer na quadra esperando que a situação fosse controlada. Uma torcedora realizou “cusparadas” que atingiram o treinador e alguns atletas, dando início a um tumulto na margem da quadra.

Objetos foram atirados da arquibancada para a quadra e da quadra em direção à arquibancada, além de registros de agressões físicas envolvendo membros do Rio Claro e torcedores.

O Rio Claro Basquete lamenta profundamente todos os fatos relatados e se desculpa com todos que, assim como nós, acreditam que o esporte deve ser exemplo de respeito entre as pessoas.