RC Basquete e Limeira fazem clássico no VôLucato

86

Matheus Pezzotti

RC corre risco de rebaixamento e precisa voltar a vencer para ainda seguir com chances de classificação
RC corre risco de rebaixamento e precisa voltar a vencer para ainda seguir com chances de classificação

Nesta sexta-feira (13), o Rio Claro Basquete, depois de pouco mais de dez dias, volta à quadra pelo NBB. Em jogo válido pela 26ª rodada da primeira fase, o time rio-clarense encara a Winner/Limeira, às 20h, fora de casa, no ginásio Vô Lucato.

Pela campanha e colocação no nacional, o time limeirense é o favorito já que é o vice-líder e perdeu apenas dois jogos, um fora e outro em casa e venceu quatro, das últimas cinco partidas, além de acumular seis vitórias seguidas em casa. Já o time comandando pelo técnico Marcelo Tamião perdeu as últimas quatro partidas como visitante e segue na 15ª e penúltima colocação do nacional.

Diante dessa situação, para o armador Eric Tatu, nestes cinco jogos restantes (três fora e dois em casa), o principal objetivo é livrar o time de qualquer possibilidade de rebaixamento.

“Temos chances matemáticas de classificar, mas está bem difícil, sabemos disso, mas não é impossível. Primeiro temos que livrar o risco de rebaixamento e para isso, só depende da gente, já para classificar, dependemos de outros resultados”, diz.

Com Duda Machado lesionado até o final do NBB, Tamião terá o restante do elenco à disposição. Já Limeira não terá o técnico Dedé Barbosa, que participa de uma clínica do San Antonio Spurs, nos Estados Unidos. Jece Leite, que levou a equipe Sub-22 ao terceiro lugar na Liga de Desenvolvimento será seu substituto.

Limeira possui o quarto melhor ataque do NBB 7, com média de 83 pontos por partida e tem a quarta melhor defesa, com média de 76 pontos sofridos por jogo e possui a melhor média de assistências, com 18 passes. Mas os dois times são os que menos recuperam rebotes e será na defesa, que Tamião buscará a vitória.

“Nós fizemos praticamente 10 dias de treino pensando exclusivamente neste jogo. Intensificamos nossos treinamentos, o time está fazendo uma boa transição e temos que fazer uma boa defesa para tentar igualar o jogo porque Limeira é mais técnico, com excelentes jogadores. Nos três últimos jogos, nós melhoramos nos rebotes e estamos em uma crescente nesse sentido. Não acredito que será muito diferente sem o Dedé, embora seja um grande treinador. O diferencial será melhorarmos a defesa para buscar a vitória”, afirma.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: