As redes sociais ficaram recheadas de comentários esta semana sobre a queda de um meteoro que madrugada de quarta-feira (3). Algumas câmeras de segurança registraram um clarão pelo estado de São Paulo, criando um rastro luminoso e segundo o professor Prof. Dr. Fábio S. de Vicente, do Departamento de Física da Unesp de Rio Claro, meteoros são fenômenos astronômicos observados frequentemente no céu, e acontecem devido à entrada na atmosfera de fragmentos de rocha, oriundos de corpos celestes, que são atraídos pela força gravitacional da terra.

“Popularmente são conhecidos como “estrelas cadentes”, e ao entrar na atmosfera em altíssimas velocidades superaquecem e desintegram, deixando um rastro luminoso muito brilhante no céu. A composição de um meteoro pode ser bastante diversa e basicamente podem ser metálicos (ferro e níquel), rochosos (minerais de silicatos), ou mistos”, explica.

O docente fala ainda que a chance de um meteoro cair na terra é muito pequena, e menor ainda a probabilidade de atingir regiões povoadas. E é claro ao dizer que “A maioria dos meteoros que atinge a atmosfera terrestre desintegra em altas altitudes não representando risco a população”, finaliza.

As câmeras de Fábio também registraram o clarão, confira a imagem.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Prefeitura implanta valeta na Rua 21 com Avenida 18

Handebol de Rio Claro fecha semestre com saldo positivo