Procon local autua banco por tempo de espera na fila

147

Divulgação

A operação de fiscalização nas agências bancárias continua na cidade, onde o tempo de espera aceitável nas filas dos bancos é definido por lei (Foto: Arquivo JC)
A operação de fiscalização nas agências bancárias continua na cidade, onde o tempo de espera aceitável nas filas dos bancos é definido por lei (Foto: Arquivo JC)
A Superintendência de Defesa do Consumidor (Procon de Rio Claro) autuou o agência central do Bradesco por descumprimento à Lei das Filas e às normas do Código de Defesa do Consumidor. A autuação foi aplicada depois de verificar o atendimento aos correntistas e a usuários da instituição em geral. O tempo de espera foi considerado alto, entre 40 minutos e 1h40, acima do tempo estabelecido pela legislação vigente.
Essa situação se enquadra na falha de prestação de serviço, conforme o Código de Defesa do Consumidor (CDC). “Uma espera de mais de uma hora para ser atendido não é razoável”, explicou Sérgio Santoro, superintendente do Procon, que compareceu pessoalmente à agência com a equipe do Procon, e deu ordem para autuar o banco.
A operação de fiscalização nas agências bancárias continua na cidade, onde o tempo de espera aceitável nas filas dos bancos é definido por lei.
Conforme a Lei Municipal e a Lei Estadual, o atendimento deve ser feito em 20 minutos nos dias normais, em 30 minutos às vésperas e após os feriados. “A população deve nos ajudar, apontando quais os bancos que estão descumprindo a lei”, destacou Santoro.
Esta é uma reprodução da notícia publicada na edição impressa do Jornal Cidade

Qual sua opinião? Deixe um comentário: