Primeiro jogo da final do Regionalzão termina empatado pelo placar de 1 a 1

74

Matheus Pezzotti

Jogo foi bastante disputado e equilíbrio deve ser mantido para o jogo de volta, sem favorito para conquistar o Regionalzão (Foto: Sanderson Barbarini)
Jogo foi bastante disputado e equilíbrio deve ser mantido para o jogo de volta, sem favorito para conquistar o Regionalzão (Foto: Sanderson Barbarini)

Na manha do último domingo (7), aconteceu, no estádio do União Agrícola Barbarense, em Santa Bárbara d’Oeste, o jogo de ida da final da nona edição do Regionalzão, entre a equipe do Esmeralda FC, de Santa Bárbara d’Oeste e Americana, e o time do Cataguá FC, de Rio das Pedras, terminado em 1 a 1.

Em um primeiro tempo de muita movimentação de ambas as equipes, uma pequena vantagem para a equipe do Cataguá FC, que, melhor postado em campo, dominava as ações e o ritmo da partida.

O gol não demorou para sair e, na volta do tempo técnico da etapa inicial, em jogada de habilidade, Luan recebeu, levou a bola, driblou o goleiro na área e bateu para abrir o placar, aos 29 minutos, para o time de Rio das Pedras.

Com o gol, a equipe de Santa Barbara d’Oeste tentou se organizar, mas pouco produziu para empatar a partida antes do término do primeiro tempo.

Na volta do intervalo, o setor de meio-campo dos dois times ficaram mais congestionados e a postura tática era nítida de marcação. As chances que surgiam eram de contra-ataque, mas as equipes não conseguiam traduzir as chances em gols, porém deram muito trabalho para os goleiros.

Mas nos acréscimos, falta perigosa contra a meta do Cataguá. Na cobrança, Nathan Santos, com perfeição, colocou a bola no ângulo direito, sem chances para o goleiro Camilo, que ainda foi na bola, mas não conseguiu evitar o gol de empate.

Esta é a terceira vez que a final do campeonato é disputada sem times de Rio Claro na briga pelo caneco e o jogo de volta será realizado no dia 21 de junho, às 10h30, previsto para o Estádio Municipal Dr. Augusto Schmidt Filho ou no Benito Agnelo Castellano, em Rio Claro.

Segundo o regulamento, em caso de novo empate, a decisão do título será disputada em cobranças de pênaltis. Caso um dos times vença a partida no tempo regulamentar por qualquer placar, será decretado o campeão do Regionalzão.

“Foi um placar justo pelo que as equipes fizeram em campo. Para o jogo da volta, não vejo favorito, qualquer time pode ser campeão”, diz Carlos Hara, presidente da Comissão Organizadora do Campeonato Extra-Amador de Rio Claro (Cocearc), que estrutura o campeonato.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: