Prefeitura faz tomografia para verificar saúde de árvores da Via da Saudade

515

A prefeitura de Rio Claro iniciou nesta terça-feira (6) um trabalho para verificar o “estado de saúde” das árvores da Via da Saudade. Tomografias computadorizadas serão realizadas em todas as árvores de grande porte da via com o objetivo de identificar o grau de comprometimento das espécies que são muito antigas, algumas quase centenárias.

“Nossa preocupação maior é evitar acidentes. A preservação das árvores é necessária, porém o mais importante é prevenir acidentes que coloquem em risco a população”, explica o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria. “Esse diagnóstico é essencial visto que diariamente circulam centenas de pessoas pela via”, acrescenta.

As tomografias estão sendo realizadas pela empresa Ecosystem, especializada em análises ambientais. Sensores instalados na árvore transmitem ondas magnéticas para um computador, causadas por batidas nos troncos. A velocidade das ondas indica o grau de comprometimento da espécie. Quanto maior a onda, melhor a saúde da árvore, e os danos são indicados por redução na velocidade. Quanto menor a onda, maior o grau de comprometimento.

“As tomografias vão nos dar um parâmetro de análise sobre a vida da útil das árvores. Se for detectado algum problema faremos estudos mais aprofundados para fechar um diagnóstico e definir o que será feito”, informa Emilio Cerri, secretário municipal de Agricultura, Abastecimento, Silvicultura e Manutenção.

O trabalho iniciado nesta terça-feira (6) será concluído nos próximos dias. Depois disso, a empresa fará a análise dos dados e um relatório com os resultados das tomografias que será entregue à prefeitura. “Existem algumas árvores nas quais já identificamos algum comprometimento e a tomografia vai analisar a fitossanidade delas e comprovar se, de fato, estão comprometidas, nos dando subsídios para o correto manejo das espécies”, esclarece o ecólogo Tadeu Olivetti, diretor municipal de Conservação e Manutenção. A intenção da prefeitura é realizar o mesmo trabalho em árvores do Jardim Público.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: