Prefeitura explica fim do basquete feminino

77

Matheus Pezzotti

Apesar da oficialização do fim das atividades, o time ainda jogará a semifinal do Paulista
Apesar da oficialização do fim das atividades, o time ainda jogará a semifinal do Paulista

Após o anúncio da desistência de participar da Liga de Basquete Feminino (LBF) e do encerramento das atividades do time de basquete feminino, a redação do JC entrou em contato com a administração municipal, através de sua assessoria, para questionar o motivo do fim da modalidade e se outras podem ter o mesmo desfecho.

“A desistência de disputar a Liga Nacional de Basquete Feminino ocorre em um momento de dificuldades financeiras da prefeitura, que teve queda na arrecadação. A Secretaria Municipal de Esportes ressalta que aproveita este momento para rever sua linha de atuação com as equipes de competição, mas que, no momento, não há perspectiva de que outras equipes encerrem suas atividades”, afirma a nota.

O time ainda disputa o Paulista, que está em sua fase semifinal, que será realizada no próximo sábado (18), em Santo André, quando o Rio Claro Basquete enfrenta Presidente Venceslau, mas, com a demissão de Marcio Pimenta na última terça-feira (14), o técnico interino deverá ser Léo, membro da comissão técnica do time masculino.

“Eu não fui comunicado oficialmente sobre a demissão. Fui pego de surpresa. Fui comunicado apenas do fim do basquete após o Paulista”, afirma o ex-treinador. As atletas têm contrato até abril de 2015, data de encerramento da LBF, que tem início previsto para a última semana de novembro, e Pimenta tem como prioridade arrumar times para as jogadoras.

“Consegui prazo da Liga Nacional até a próxima quinta-feira (23) para levar esse time para uma cidade vizinha. Estamos conversando a respeito”, acrescenta. Até lá, ou caso isso não aconteça, o elenco que hoje é formado por 11 atletas será mantido pela prefeitura até o final do contrato.

“A secretaria destaca que, se houvesse novos patrocinadores, o basquete feminino disputaria o certame nacional. Enquanto as atletas não definem suas novas equipes, o compromisso de Rio Claro com elas está mantido”, continua o comunicado enviado pela diretoria de comunicação da prefeitura.

Inicialmente previstos para ocorrer entre 3 e 15 de novembro, os Jogos Abertos do Interior deste ano foram adiados para o período de 17 a 29 do mesmo mês, em Bauru, por conta da realização do Saresp, exame de avaliação geral da rede estadual, já que as escolas servem como alojamento das delegações.

Uma novidade será a obrigatoriedade das cidades classificadas enviar representantes, caso contrário serão punidas com a exclusão dos Jogos Regionais do ano seguinte. Diante disso, a prefeitura garante a participação da cidade nos Jogos Abertos, mas com restrições.

“A participação de Rio Claro nos Jogos Abertos acontecerá conforme a realidade financeira do município, o que deverá exigir uma redução na delegação”, finaliza a nota.

1 COMENTÁRIO

  1. ISTO É UM ABSURDO…. A Prefeitura alegar diminuição da arrecadação… Vergonha.. é só diminuir a folha de pagamento dos funcionarios nomeados e comissionados que daria pra pagar 10 TIMES DE QUALQUER ESPORTES…..

Qual sua opinião? Deixe um comentário: