Polícia afirma que crime foi passional

256

Carine Corrêa

Carlos Leandro Sass, de 25 anos, foi assassinado na madrugada de segunda-feira (5), próximo a um bar no bairro Jardim São Paulo. A Polícia Civil investiga o caso a princípio como crime passional. “O crime já tem autoria conhecida”, afirmou o delegado seccional Alvaro Santucci Noventa Jr. Um mandado de prisão será solicitado para a Justiça, segundo o delegado. O crime aconteceu por volta das 02h30 Rua 14 com a Avenida 28. A Polícia Militar recebeu primeiramente uma ligação informando sobre disparos naquela região. Quando foi checar a informação, encontrou Carlos baleado, já sem vida, próximo ao bar. Posteriormente a PM recebeu uma segunda ligação, informando sobre um veículo suspeito. Na Avenida Saburo Akamine, encontraram o carro que estava ocupado por três pessoas: um rapaz e duas mulheres. Segundo a PM, no carro havia uma blusa suja de sangue. “Os três abordados foram encaminhados para a delegacia”, informou o oficial major Rodrigo Arena. “O alvará provisório do estabelecimento assim como a licença da Vigilância Sanitária estavam vencidos desde 2014. O horário de funcionamento descrito para o estabelecimento é de no máximo até as 18h. No entanto, estava aberto naquela madrugada”, completou o oficial. A Prefeitura informou que “a Visa identificou recentemente uma troca de proprietários, o que anula a licença expedida. Dessa maneira, o proprietário deve fazer novo cadastro do estabelecimento para solicitar licença da Vigilância Sanitária”.

Jovem Carlos Leandro foi assassinado depois de uma discussão em um bar no Jardim São Paulo
Jovem Carlos Leandro foi assassinado depois de uma discussão em um bar no Jardim São Paulo

Qual sua opinião? Deixe um comentário: