Pintura Eletrostática: o mais moderno recurso para tratamento de superfícies

745

Benedito A. de Carvalho está à frente da empresa BAC Pinturas Eletrostáticas, que traz um serviço diferenciado para Rio Claro, de pinturas que possibilitam diversos acabamentos em produtos, de acordo com a tinta escolhida pelo cliente como, lisa, verniz, texturizada, craquelada, preto fosco etc.

Seguem algumas informações sobre pintura eletrostática:

O que é Pintura Eletrostática?  A pintura eletrostática a pó é o mais moderno recurso para o tratamento de superfícies. No mundo inteiro, ela é utilizada por indústrias da construção civil, automotiva, de eletrodomésticos e nos mais variados ramos de atuação, pois possui grande resistência, inclusive nos casos de exposição a intempéries e ambientes corrosivos. Só a pintura eletrostática atende às mais exigentes especificações de durabilidade, de acabamento, de aplicabilidade, de custos e, ainda, de proteção ao meio ambiente.

A pintura eletrostática é um sistema de revestimento moderno, econômico, muito durável e não poluente. As principais características e vantagens do sistema de pinturas eletrostáticas a pó são:

• Grande resistência a impactos
• Cobertura uniforme das peças
• Alcance da tinta em cavidades de difícil acesso
• Ótima aderência
• Resistência a altas temperaturas
• Resistência à corrosão
• Resistência a raios UV
• Excelente flexibilidade
• Isento de Solventes clorados

O processo de pintura eletrostática a pó utiliza partículas secas de resina com a cor e acabamento (liso, microtexturizado ou texturizado, brilhante, semibrilho ou fosco) de sua escolha. O pó da resina é aplicado com uma pistola de pintura, de maneira semelhante à aplicação de tintas à base de solvente. A diferença é que essa pistola e seu conteúdo de resina têm uma carga eletrostática. Quando o pó da resina é pulverizado sobre uma superfície, esta adere ao substrato por causa do aterramento, atraindo o pó da resina, carregada como um ímã. Para completar o processo, este substrato deverá ser levado a uma estufa para que venha a ocorrer à polimerização desta resina, a uma temperatura que varia entre 180ºC a 220ºC, durante determinado tempo (definido de acordo com a espessura do substrato pintado). Na estufa, em razão da ação do calor, a resina será derretida e fundida ao substrato, proporcionando acabamento uniforme, espesso, resistente e coeso, motivo pela qual a pintura eletrostática a pó é classificada como termo fixo.

O resultado é um belo acabamento, muito resistente a produtos químicos, desgaste e lascamento, três vezes mais forte do que as tintas à base de solvente. Inicialmente elaborado para aplicação em materiais ferrosos, ou outros metais, atualmente é utilizado em outros tipos de ligas não metálicas, madeira, vidro, poliéster de alta resistência, cimento portland e outros. Amplamente utilizado no mundo todo, fornece assim, excelente acabamento, proporcionando, ainda, um aspecto decorativo.

Então, se a qualidade e durabilidade são importantes para você, a pintura eletrostática a pó é a melhor solução.

Campos de Aplicação

Transporte

Amortecedores, bicicletas, extintores, limpadores de para-brisa, molas, para-choques, máquinas agrícolas, retrovisores, rodas, etc.

Eletrodomésticos, móveis e acessórios

Condicionadores de ar, freezers, fogões, lavadoras de louça, máquinas de costura, máquinas de lavar roupas, refrigeradores, secadoras, cadeiras e mesas de jardim, móveis escolares, móveis comerciais e industriais, máquinas de escrever, etc. 

Propriedades requeridas: resistência à abrasão, ao impacto, química, às manchas, aos raios U.V. (poliéster) e proteção anticorrosiva.

Construção civil

Estruturas, batentes, painéis, portas, esquadrias, telhas, barras nerveradas, perfis de alumínio, etc.

Propriedades requeridas: resistência à abrasão, ao impacto, ás intempéries, aos ácidos e aos álcalis, aos raios U.V. (poliéster) e retenção de cor e brilho.

Elétrico

Computadores, capacitores, fotocopiadoras, luminárias, motores, painéis elétricos, transformadores, etc.

Propriedades requeridas: resistência à abrasão, ao impacto, química, aos poluentes industriais, aos raios U.V. (poliéster) e proteção anticorrosiva.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: