O jogador Patrick de Paula, da SE Palmeiras, disputa bola com o jogador Sanchez, do Santos FC, durante partida válida pela quinta rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, no Estádio do Morumbi. (Foto: Cesar Greco)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS)

O Palmeiras venceu o Santos por 2 a 1 na tarde deste domingo (23), no Morumbi, e chegou aos oito pontos no Campeonato Brasileiro. É a primeira vitória em clássicos da equipe de Vanderlei Luxemburgo no ano e o segundo triunfo consecutivo do time alviverde na competição.

O autor do gol da vitória foi Patrick de Paula, num belo chute de primeira da entrada da área. Ele também foi responsável por bater o pênalti que deu o título paulista ao Palmeiras na disputa contra o Corinthians.

Publicidade

Minutos antes do gol, o volante já havia acertado um belo chute no travessão a partir de uma cobrança de falta.

O outro gol do Palmeiras foi de Luiz Adriano, de pênalti, no fim do primeiro tempo; O Santos chegou ao empate em gol contra de Ramires após cobrança de falta no início da segunda etapa.

O jogador Luiz Adriano, da SE Palmeiras, comemora seu gol contra a equipe do Santos FC, durante partida válida pela quinta rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, no Estádio do Morumbi. (Foto: Cesar Greco)


O jogo, disputado no estádio do Morumbi, já que o Allianz Park recebeu um evento de transmissão ao estilo drive-in da final da Liga dos Campeões, vencida por 1 a 0 pelo Bayern, que aconteceu concomitantemente ao clássico paulista, foi agitado.

O Palmeiras teve as melhores chances desde a primeira etapa e, se não fosse o goleiro João Paulo, o placar poderia ter sido mais elástico.

Muito criticado pelo seu desempenho, especialmente depois da pandemia, o Palmeiras respondeu aos críticos fazendo uma boa partida. Na primeira etapa, finalizou em direção ao gol quatro vezes. Para efeito de comparação, esse número, somando-se as duas partidas anteriores da equipe, contra Goiás e Athletico, foi seis.

Além de vencer seu primeiro clássico, a equipe de Luxemburgo conseguiu vencer seu segundo adversário de Série A no ano.

O primeiro foi o Athletico, no meio de semana. Antes, havia empatado com o próprio Santos e com o São Paulo, perdido para o Bragantino e para o Corinthians. Com esse último, também empatou duas vezes, nas finais do Campeonato Paulista. Pelo Brasileiro, antes da vitória em Curitiba, havia empatado com Fluminense e Goiás.

Para tentar manter o bom futebol, e assim aliviar um pouco a pressão da torcida, que chegou a protestar contra os jogadores mesmo depois da vitória por 1 a 0 contra o Athletico em Curitiba, pelo mau desempenho, o Palmeiras volta a campo no próximo sábado (29), quando enfrenta o Bahia em Salvador.

O Santos, por sua vez, vê uma sequência de duas vitórias seguidas interrompida e segue sem vencer clássicos no ano. A equipe, que soma sete pontos, volta a campo no próximo domingo (30), quando recebe o Flamengo na Vila Belmiro.

PALMEIRAS
Weverton; Marcos Rocha (Mayke), Luan, Gustavo Gómez, Diogo Barbosa; Bruno Henrique (Ramires), Gabriel Menino (Gustavo Scarpa); Patrick de Paula, Lucas Lima; Luiz Adriano (Gabriel Silva), Rony (Willian). T.: Vanderlei Luxemburgo

SANTOS
João Paulo; Pará (Madson), Lucas Veríssimo, Luan Peres, Felipe Jonatan; Alison, Diego Pituca (Jobson), Carlos Sánchez (Marcos Leonardo); Marinho (Taílson), Kaio Jorge (Lucas Braga), Soteldo. T.: Cuca

Estádio: Morumbi, em São Paulo
Juiz: Vinicius Gonçalves Dias Araujo
Cartões amarelos: Bruno Henrique, Ramires, Luiz Adriano, Gabriel Silva e Rony (Palmeiras); Felipe Jonatan, Diego Pituca e Alison (Santos)
Cartão vermelho: Alison (Santos)
Gols: Luiz Adriano, aos 45min do primeiro tempo, e Patrick de Paula, aos 27min do segundo tempo (Palmeiras); Jobson, aos 2min do segundo tempo (Santos)

Mais em Esportes: