Na prorrogação, RC Basquete perde para o Pinheiros por 91 a 94

84

Matheus Pezzotti

Gui Deodato foi o cestinha com 35 pontos, mas Pinheiros, com melhor aproveitamento coletivo, virou, venceu e empatou a série
Gui Deodato foi o cestinha com 35 pontos, mas Pinheiros, com melhor aproveitamento coletivo, virou, venceu e empatou a série em 1 a 1

O que parecia a segunda vitória até o intervalo se transformou em derrota e série igualada em 1 a 1 no playoff quartas de final do Paulista.

Jogando novamente em casa, no ginásio Felipe Karam, na última quinta-feira (17), o Rio Claro Basquete foi derrotado, na prorrogação, pelo Pinheiros por 91 a 94 (43 a 32 no primeiro tempo e 81 a 81 no tempo regulamentar), no jogo 2 do confronto.

Com as parciais 30 a 17, 13 a 15, 11 a 22, 27 a 27 e 10 a 13, o cestinha foi ala Gui Deodato, do Rio Claro Basquete, com 35 pontos. Mas o nome do jogo foi do armador norte-americano Desmond Holloway, que anotou um duplo-duplo, com 28 pontos e 18 rebotes, além de converter 15 de 16 arremessos de lance livre.

Com isso, obrigatoriamente haverá os jogos 3 e 4, marcados para São Paulo, no domingo (20), às 18h, e na segunda-feira (21), às 19h30. Caso ainda seja necessário, o jogo 5 será na quinta-feira (24), às 20h, no Felipão.

O JOGO
RC iniciou ligado, roubando bolas, trocando passes, já construindo o placar, levando uma diferença de 11 pontos para o intervalo.

No terceiro quarto, RC voltou disperso e desatento e, liderado por Holloway, o Pinheiros, melhor em quadra, foi diminuindo até empatar o período em 54 a 54 (11 a 22). No seguinte, Rio Claro voltou no jogo e chegou a abrir cinco pontos (70 a 65), mas tomou a virada novamente e, depois de inúmeros lances livres, pedidos de tempo e quintas faltas, Dedé, no estourar do cronômetro, empatou dos três para Rio Claro: 81 a 81.

Na prorrogação, Pinheiros teve melhor aproveitamento e venceu por 10 a 13 (91 a 94), empatando a série.

“Temos que mudar nossa postura. Tivemos duas posturas no jogo, oscilamos, e isso não pode acontecer. Pinheiros foi competente e venceu”, resumiu o ala Dedé Stefanelli.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: