É praticamente impossível observar um Mustang passar pelas ruas e os olhos não vidrarem nesse clássico que encanta todas as gerações. Produzido pela Ford, o seu nome foi baseado em uma raça de cavalos selvagens e, desde que foi apresentado, em 1964, o Mustang passou por diversas alterações, mas sempre mantendo seu estilo e uma legião de fãs.

Recentemente um Mustang 1965, vindo da cidade de São Paulo, estacionou na garagem da São Lourenço Auto Elétrica e Baterias. O automóvel chegou à Cidade Azul para receber os cuidados que merece, na parte elétrica do motor, um V8.

Martinho Routh Neto, proprietário da São Lourenço Auto Elétrica e Baterias e eletricista, conta que o trabalho no clássico apareceu após um primeiro serviço ser feito em um Maverick, de Rio Claro. “Um cliente daqui havia nos trazido um Maverick para fazer a parte elétrica e o motor era um V8. Ele faz parte de um grupo de automóveis antigos da cidade e foi através desse contato que o Mustang chegou até nós”, conta.

Publicidade

Neto comenta que o proprietário do Mustang 65 estava encontrando dificuldades de fazer a manutenção necessária no motor na Capital e que a solução foi encontrada aqui, no interior. “Os proprietários dos automóveis conversaram entre si e depois o dono do Mustang nos ligou e ficamos em negociação por volta de 15 dias, até que o carro veio para Rio Claro. Ficamos muito surpresos e felizes, pois normalmente é o contrário, as pessoas sempre acabam buscando serviços diferenciados em São Paulo e felizmente oferecemos essa mão de obra qualificada aqui dentro da nossa empresa, tudo ocorreu conforme o programado e o veículo recebeu a manutenção devida, agradando a seu dono e nos proporcionando essa experiência”, finaliza.

São Lourenço Auto Elétrica e Baterias está localizada na Avenida 28, número 1.605, no bairro Jardim São Paulo, e possui profissionais com mais de 30 anos de experiência, com agilidade e comprometimento no trabalho.

Mais em Dia a Dia:

Morre o ex-presidente do Grupo Ginástico, Sergio Russo

Rio Claro tem 23 novos casos de coronavírus