Morreu na noite desta segunda-feira (18), Fausto Guerra. Ex-proprietário do bar e restaurante ‘A Toca’, deixa um importante legado para a cidade de Rio Claro.

Guerra foi corretor de imóveis e nas horas vagas gostava de cozinhar, quando, em 1976, decidiu se lançar numa empreitada que marcaria para sempre sua vida.

Juntamente com um grupo de sócios ( Luiz Roberto Macha, João Bola Sete, Marcus Vinícius Amato e Paulo Jodate David e Antonio Sissi), comprou o já famoso ‘A Toca’ – Bar e Restaurante, um dos pontos de encontro mais movimentados da cidade.

Fundada em 1948, ‘ A Toca’ teve uma trajetória de sucesso até o seu fechamento, quando o imóvel foi vendido pelo proprietário para a agência bancária e o prédio histórico para a boemia do município foi demolido, após vários protestos de frequentadores e defensores do patrimônio. Foi um triste dia o 4 de abril de 1984.

O extinto deixa viúva Maria José Khull Guerra, filhos, netos e bisnetos. O velório acontece nesta terça (19), partir das 6h30, e o enterro às 10h30, no Parque das Palmeiras.

Mais em Dia a Dia:

Taxa de transmissão da Covid-19 está acima de 1

Temporal assusta moradores em vários bairros de Rio Claro

Araras registra mais três mortes por Covid-19