Morre a diretora Lúcia H. Camargo

158

Da Redação

Faleceu nessa segunda-feira (13) em Rio Claro a pedagoga Lúcia Helena Ferreira Camargo, 54, diretora da Escola Municipal “Profª Maria Teixeira Fittipaldi”, localizada no Jardim das Palmeiras.

Lúcia era viúva do ex-dirigente do Basquete de Rio Claro, Maurílio Camargo, falecido em 2011. A pedagoga deixa os filhos Yvi Bianca, Thallita e Bruno. O corpo foi velado no Cemitério Parque das Palmeiras, onde ocorreu o sepultamento no início da manhã desta terça-feira (14).

A pedagoga Lúcia Helena Ferreira Camargo
A pedagoga Lúcia Helena Ferreira Camargo

A secretária de Educação, Heloísa Maria Cunha do Carmo, lamentou a perda da pedagoga que, segundo ela, deixou de luto não somente a equipe da escola, mas da rede municipal de ensino. “A Lúcia foi uma educadora que a gente sonha para todos os locais”, disse. Suas palavras foram corroboradas pela diretora do Departamento do Supervisão Escolar, Eva Murbach. “Era uma pessoa maravilhosa e profissional competentíssima”, sintetizou.

Lúcia Helena formou-se em pedagogia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letra de Ouro Fino (MG) e fez pós-graduação pela Universidade UNIG. Ela iniciou seus trabalhos no serviço público municipal como monitora da Escola Municipal Francisca Coan em 1987. Em 1989, assumiu as funções de coordenadora da Escola Municipal Arlindo Ansanello. Depois de trabalhos desenvolvidos na Escola Municipal Santa Rosa, assumiu a direção da Escola Municipal Maria Teixeira Fittipaldi.

Em maio de 2011, a diretora recebeu o título de Cidadã Emérita concedido pela pela Câmara Municipal. A homenagem foi feita por iniciativa do vereador Juninho da Padaria.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: