Média da conta de energia elétrica em Rio Claro é de R$ 139,18

614

A tarifa de energia elétrica vai ficar mais barata para o consumidor rio-clarense. A Elektro já confirmou a redução que foi homologada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

Residências

Ao considerar a média da conta paga pelos consumidores residenciais de Baixa Tensão em Rio Claro, o valor pago por mês pode chegar a R$ 126,63, considerando a redução de 11,17% no índice tarifário que passará a vigorar a partir do dia 27. Em julho, a média paga pelos proprietários de casas foi de R$ 139,18.

Comércios e indústrias

Para clientes de pequenos comércios, serviços e outras atividades, também de Baixa Tensão, a porcentagem de redução na tarifa mensal é a mesma de 11,17%. Em caso de a média de R$ 435,49 paga pelos mesmos no mês passado continuar, o valor deverá ser de R$ 386,85. Segundo a Elektro, para os consumidores atendidos em Alta Tensão, como indústrias e grandes varejistas, a tarifa terá uma redução de 2,89%.

Bandeira

É importante lembrar, ainda, que os consumidores devem se atentar para incluir na conta final mais um valor, o da bandeira tarifária. Neste mês de agosto o patamar em vigor é Vermelho “1”, ou seja, acrescenta-se custo de R$ 4,00 para cada 100 quilowatts-hora consumidos.

A previsão hidrológica para o mês sinaliza vazões abaixo da média histórica e tendência de redução dos níveis dos principais reservatórios. Esse cenário requer o aumento da geração termelétrica, o que influenciou o aumento do preço da energia (PLD) e dos custos relacionados ao risco hidrológico (GSF).

Apoio

A população rio-clarense viu com bons olhos o anúncio da redução no valor das contas. Na página do JC na internet, o munícipe Reginaldo Herculano declarou: “Parabéns para o idealizador dessa ação de reduzir o valor da conta de luz”. A moradora Lucimara Ceccato desabafou. “Já estava na hora de alguma notícia boa”, disse. Jandira Arcon também comemorou. “Até que enfim, essa conta está vindo um absurdo”.

Redução

A cada quatro anos, conforme estabelece o Contrato de Concessão firmado com a ANEEL, é realizado o processo de Revisão Tarifária da Elektro, quando são avaliados os investimentos realizados pela distribuidora, a qualidade do serviço prestado, os níveis de perdas na rede, os custos com compra de energia e os encargos setoriais. O principal motivo para um índice negativo foi a redução dos encargos setoriais.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: