Leito do Rio Piracicaba concentra espuma de esgoto não-tratado

147

Da Redação

Ocorrência de espuma se deve à poluição do rio por detergentes domésticos  (Foto: Fernanda Zanetti/G1)
Ocorrência de espuma se deve à poluição do rio por detergentes domésticos (Foto: Fernanda Zanetti/G1)

O Rio Piracicaba está apresentando, pela quarta vez em 2014, ocorrência de espuma em suas águas na área urbana do município. Segundo informações do Jornal de Piracicaba desta segunda-feira, dia 19,  a espuma resulta da presença de detergentes domésticos lançados ao rio pelo sistema de saneamento da cidade.

Com a baixa vazão do rio, provocada por estiagem, o esgoto se concentra e forma a espuma. Dados divulgados no último sábado pela ala de Situação do Comitê PCJ, responsável pela bacia do Piracicaba,  apontavam volume 76,22% abaixo da média – o nível do rio estava em 1,03 metros, 41,75% abaixo do ideal.

A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) informou que, apesar de haver investimento para diminuir o esgoto enviado para o rio, ainda há grandes quantidades de poluentes sendo despejados.

1 COMENTÁRIO

  1. É lamentável em um pais como o nosso e uma cidade como esta, ainda vivendo com tal situação, pois não se trata os esgotos domésticos, daí os mesmos vão diretamente para os rios, é o próprio homem, cuspindo no prato em que come. Vamos ver aonde isso um dia vai chegar. Falta conscientização por parte do povo, parar exigir das autoridades, assim como também colaborar para a nossa santa mãe natureza deixa de sofrer as degradações, porque um dia ela vai cobrar com juros todos estes descasos.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: