Leão vence o Pato Basquete

161

O Rio Claro Basquete enfrentou o Pato Basquete na noite de ontem (18), em Pato Branco, no Paraná, e venceu por 82 a 80 pela Liga Ouro de Basquete.

A partida começou equilibrada com os times trocando pontos no placar, mas um melhor aproveitamento do time da casa nos rebotes ofensivos fez com que o Pato vencesse o primeiro quarto por 25 a 18.

No segundo, os erros do Leão aumentaram e com cestas de três pontos o Pato Basquete conseguiu aumentar a vantagem em 14 pontos, obrigando o técnico de Rio Claro a pedir tempo. As orientações não surtiram efeito e o Leão seguiu cometendo erros e o Pato venceu o segundo quarto por 16 a 12.

Após o intervalo, Rio Claro voltou para o terceiro quarto totalmente diferente e com boa atuação dos norte-americanos Lucious e Maynard e dos pivôs Pedrão e Diego Dias, que entraram muito bem no jogo, Rio Claro diminuiu a vantagem e, no final do quarto, conseguiu a virada, ficando pela primeira vez no jogo à frente no placar e vencendo o terceiro quarto por por 24 a 10.

O terceiro quarto começou eletrizante, com os times trocando pontos no marcador, deixando a vantagem em um ponto para o Leão. O jogo ficou nervoso e o último quarto passou até o último minuto empatado, quando o time teve a chance de ganhar o jogo, mas desperdiçou e, mesmo o Pato vencendo o último quarto por 19 a 16, o jogo terminou empatado em 70 a 70, indo para prorrogação.

No tempo extra, o Leão mostrou mais tranquilidade e superioridade técnica sobre o time da casa e, com uma cesta de três de Gemadinha e lances livres, Rio Claro conseguiu abrir uma vantagem de cinco pontos.

O time da casa ainda tentou a reação, mas com tranquilidade o Leão conseguiu segurar a vantagem e vencer a prorrogação por 12 a 10, fechando a partida em 82 a 80.

Foi a segunda vitória seguida de Rio Claro fora de casa. No último sábado (16), o Leão já havia vencido o Blumenau por 85 a 75.

Vale destacar que os seis primeiros colocados avançam para a segunda fase da competição. Apenas o campeão conquista a vaga para o Novo Basquete Brasil.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: