Há dois anos, incêndio atingia o Mercado

249

Da Redação

A data de 18 de agosto não é de boas lembranças para os comerciantes do Mercado Municipal. Há dois anos, o prédio era atingido por um incêndio que destruiu duas lojas, e até hoje algumas providências anunciadas na época pela administração municipal ainda não foram concretizadas. O comerciante Sebastião Generoso destaca que a principal obra, a troca da rede de energia elétrica, ainda não foi concluída. “Esse é o serviço mais aguardado, porque se refere à segurança no Mercado. Acho que se a obra não foi concluída, não foi feita de acordo, o município precisa acionar a empresa que foi contratada para realizar a troca”. O laudo sobre o incêndio apontou como causa um curto-circuito. Procurada pela reportagem do JC, a assessoria de comunicação da administração municipal informou que “a prefeitura está tomando as providências para concluir a troca das instalações elétricas do Mercado Municipal. Faltava nessa obra herdada da administração anterior a colocação de um poste padrão da Elektro, que não foi instalado devido a uma dívida do governo passado com a concessionária de energia elétrica. A partir de negociações do atual governo com a Elektro, o poste será finalmente instalado, o que também permitirá a colocação de novo relógio de energia elétrica, que já foi providenciado”.

Generoso comenta que no atual governo municipal o Mercado vem recebendo mais atenção. “Estão construindo lixeira para resolver um velho problema, e também há melhoria na iluminação”. A prefeitura informou que está desenvolvendo projeto de revitalização e ampliação das atividades do Mercado. Além disso, em breve será aberto processo licitatório para a ocupação dos boxes fechados do “Mercadão”.

 

Qual sua opinião? Deixe um comentário: