Em ritmo de treino, RC Basquete vence o América por 94 a 76

117

Matheus Pezzotti

Com forte jogo coletivo, o time rio-clarense dominou toda a partida e ao abrir larga vantagem, administrou até o final
Com forte jogo coletivo, o time rio-clarense dominou toda a partida e ao abrir larga vantagem, administrou até o final

Jogando no ginásio Felipe Karam na noite da última quarta-feira (19), o Rio Claro Basquete venceu seu terceiro jogo seguido no Paulista pelo Grupo A.

Contra o América/UNIRP/Rodobens/ SMEL/ 3M, o time comandado pelo técnico Marcelo Tamião, em ritmo de treino, superou o adversário pelo placar de 94 a 76 (48 a 30 no primeiro tempo) em jogo válido pela quarta rodada.

Com as parciais 27 a 15, 21 a 15, 23 a 23 e 23 a 23, o armador Eric Tatu foi o cestinha, com 25 pontos. Outros destaques foram os alas Dedé Stefanelli, com 15 pontos, e Gui Deodato, com 14, e o ala/pivô Teichmann, com um duplo-duplo, fazendo 10 pontos e 11 rebotes. Pelo time de São José do Rio Preto, o armador norte-americano Bennett Corderro foi o maior pontuador, com 23 pontos.

O JOGO
O Rio Claro Basquete sendo o senhor das ações e ditando o ritmo de jogo, com jogo coletivo intenso, com várias trocas de passes, buscando espaços para principalmente buscar os arremessos dos três pontos, que de 35 converteu 18.

Aumentando a vantagem, Tamião aproveitou para fazer rodízio da equipe em quadra, colocando inclusive Léo e Tom, do time da base, sem oscilar na intensidade e qualidade do jogo.

O América sofria com a forte marcação do time rio-clarense e estourava o tempo de posse em inúmeras investidas no ataque, e RC seguiu administrando até o final.

“É gratificante a evolução da equipe em quadra. A gente tinha que construir o resultado, entrar focado, fizemos isso e temos que jogar sempre desta forma em casa, contra quem seja”, disse Tamião no final da transmissão da Excelsior Jovem Pan News.

O time rio-clarense volta a jogar no próximo sábado (22), às 18 horas, contra o Osasco, fora de casa, na última rodada do turno do estadual.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: