A Prefeitura fará o serviço e mandará a conta aos proprietários que não limparem os seus terrenos

Município

Os donos de terrenos baldios de Rio Claro têm 20 dias corridos a partir desta sexta-feira (6) para limpar e capinar seus imóveis. No próximo dia 26, a prefeitura começa a fazer o serviço e a mandar a conta aos proprietários faltosos.

Quem não cuidar de seu imóvel pagará R$ 1,4648 por metro quadrado roçado ou capinado pela prefeitura, além de 20% sobre o valor total como taxa de administração dos serviços. A limpeza de um terreno de 300m², por exemplo, custará R$ 527,32 se o trabalho for feito pelo município.

“O ideal é que a prefeitura não precise limpar terrenos particulares e possa concentrar esforços na manutenção de áreas públicas”, explica Tadeu Olivetti, da Secretaria de Meio Ambiente, pasta que incorporou o setor de limpeza e manutenção da cidade na reestruturação feita pela nova administração municipal.

A Prefeitura fará o serviço e mandará a conta aos proprietários que não limparem os seus terrenos
A Prefeitura fará o serviço e mandará a conta aos proprietários que não limparem os seus terrenos

Hoje, a prefeitura tem quatro tratores para fazer a capinação e roçagem de terrenos. “É pouco, considerando o tamanho da cidade”, observa Olivetti. “Quando o município tem que fazer o serviço para donos faltosos, o trabalho de limpeza fica muito mais lento”, acrescenta.

A orientação da prefeitura é para que todos mantenham os terrenos particulares em ordem o ano todo, o que ajuda a manter a cidade mais limpa e também diminui o risco de animais peçonhentos e criadouros do Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika vírus, febre amarela e chikungunya.

Para realizar a limpeza de terrenos baldios particulares, a partir do dia 26, a prefeitura dividiu o município em 25 setores. Os serviços serão feitos priorizando os pontos mais críticos.