Diretoria Regional aponta que RC deve aplicar R$ 2,36/habitante em medicamentos

89

Antonio Archangelo/Coluna PolítiKa

Falta de medicamentos é apontada e DRS-X lembra que município deve aplicar no mínimo R$ 2,36/habitante/ano
Falta de medicamentos é apontada e DRS-X lembra que município deve aplicar no mínimo R$ 2,36/habitante/ano

Em resposta ao requerimento feito pela vereadora Maria do Carmo Guilherme (PMDB), o Diretor Técnico de Saúde da Diretoria Regional de Saúde X (DRS-X), Daniel Picca, em Piracicaba, afirmou que o “município deverá aplicar no mínimo R$ 2,36/habitante/ano do Fundo Municipal de Saúde para aquisição de medicamentos e insumos”.

“Destes, no mínimo R$ 0,50/habitante/ano serão destinados à aquisição de insumos para insulinodependentes”. O ofício do dia 13 de abril, alega ainda que os “municípios com menos de 250 mil habitantes que optaram por receberem o Programa Dose Certa, conforme deliberação CIB-30, 07/05/2012”.

>>> Rio Claro vacina mais de oito mil contra a gripe

A constante falta de medicamentos relacionados ao programa estadual tem motivado críticas de parlamentares. Para a DRS-X, a Fundação para o Remédio Popular (FURP) “já adiantou que não terá capacidade produtiva para atender a fabricação de Dipirona (gotas)”.

“O financiamento dos medicamentos está orientado em função das normas de financiamento e execução do Componente Básico de Assistência Farmacêutica (…) ficando a cargo do município a compra com contrapartida”, lembrou.

LISTA DE “AUSENTES”

No boletim de acompanhamento 04/2015, os seguintes medicamentos apresentaram “intercorrências” entre falta de matéria-prima, falta de embalagem, falta de capacidade produtiva, e descontinuação estão os seguintes medicamentos: Dipirona, Fenobarbital, Furosemida, Fenitoína, Propranolol, Cefalexina, Nistatina, Benzilpenicilina, Cimetidina 200, Mebendazol 100, Cefalexina Susp, Glibenclamida 5, Hidroclorotiazida 25, Sais, Metildopa 250, Metronidazol 250, Diazepan 10.

No documento, Valmir Nogueira de Lima, Gerente de Administração e Vendas alega que “iniciaremos a expedição na semana de 2 de março de 2015”.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: