Dilma Rousseff inaugura usina em Piracicaba; vídeo

165

Antonio Archangelo

Um dia após a divulgação de pesquisa que aponta redução de sua popularidade, a presidente Dilma Rousseff estará em Piracicaba nesta quarta-feira (22), a partir das 10h, para a inauguração de uma unidade de produção de etanol 2G (2ª geração) da empresa Raízen Energia S/A. O governador Geraldo Alckmin (PSDB) também estará no evento.

A confirmação da vinda da presidente se deu pela Secretaria de Comunicação Social do Palácio do Planalto, que enviou aos órgãos de imprensa solicitação de credenciamento para o evento.

Apesar de medidas recentes, como o aumento da mistura do etanol anidro à gasolina e do retorno parcial da cobrança da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide), o setor ainda faz cobranças ao governo federal de uma política pública para o etanol, com metas claras e a inclusão do combustível na matriz energética brasileira.

Usina de etanol em Piracicaba onde será realizado o encontro com a presidente Dilma
Usina de etanol em Piracicaba onde será realizado o encontro com a presidente Dilma

A unidade produtora do chamado etanol de segunda geração (2G) opera desde novembro do ano passado e fica anexa à Usina Costa Pinto, uma das 24 unidades da maior companhia sucroalcooleira do país, joint venture (empreendimento conjunto na sigla em inglês, originado da associação entre empresas) entre o Grupo Cosan e a Shell. Segundo informações da companhia dadas logo após o início das operações, no final do ano passado, a inauguração oficial estava prevista para março deste ano.

A unidade de etanol 2G da Raízen tem capacidade de produção de 40 milhões de litros por safra, o que deve aumentar em 50% a oferta da Usina Costa Pinto, de 80 milhões de litros anualmente de etanol de cana. Nesta primeira safra completa, a usina deve produzir dois terços da capacidade total, ou seja, cerca de 26,7 milhões de litros. O empreendimento teve custo estimado de R$ 237 milhões. Além da presidente da República e do governador, lideranças do setor devem estar presentes no evento ao lado da ministra da Agricultura, Kátia Abreu.

ACOMPANHE AO VIVO – Com informações dos repórteres Antonio Archangelo e Lucas Calore:

Atualização às 10H57

Presidente Dilma Roussef chega para a cerimônia
Presidente Dilma Roussef chega para a cerimônia

A presidente Dilma Rousseff chegou para a cerimônia em Piracicaba. O governador do Estado de SP Geraldo Alckimin também participa do evento.

Atualização às 11h26

Eduardo Braga, ministro de Minas e Energia, que também está na cerimônia, falou sobre o interesse do governo em realizar investimentos em energias renováveis. “O compromisso anunciando pela senhora Presidenta na última viagem aos Estados Unidos de ampliar o espaço das ofertas renováveis foi a confirmação de uma política que já está sendo adotada aqui em nosso país”.

Atualização às 11h34

O governador Alckimin afirmou que o evento é histórico e que o governo de Dilma tem o apoio de São Paulo para continuar trabalhando pelo desenvolvimento do país.

Atualização às 11h40

A presidenta Dilma dá início ao seu discurso na inauguração da usina
A presidenta Dilma dá início ao seu discurso na inauguração da usina

“É a materialização de um sonho que muitos daqueles que trabalham nessa área tem desejado há anos, para não dizer há décadas e é sem sombra de dúvida uma grande realização da Raízen, que contribui para se construir uma das mais importantes alternativas no que se refere a combustível verde dentro das matrizes energéticas”, disse Dilma Rousseff.

“Todos nós sabemos que o maior desafio quando se trata de produzir energia de forma sustentável está na área de combustíveis. E sabemos também que os prazos de direção a um melhor tratamento ao meio ambiente passam pelos combustíveis além da energia elétrica. Aqui é muito simbólico esse simbólico para a tradição e a renovação. O programa tem como objetivo assegurar que o Estado brasileiro participe do incentivo inicial para a inovação”, discursou a presidenta.

Atualização às 11h52

“Nós nos manteremos na vanguarda da produção e do uso desse combustível. Isso garante uma rota inovadora que imprime maior produção, produtividade, maiores e melhores empregos e que significa colocar o Brasil numa posição especial para essa nova etapa na história do etanol”, afirmou Dilma.

Atualização às 11h57

A presidenta Dilma Roussef aproveitou a cerimônia para falar sobre outros assuntos pertinentes ao seu governo. “Vamos continuar tomando medidas econômicas para facilitar a atividade e para garantir uma ambiente de negócio mais amigável. Vamos ampliar as concessões para manter os principais programas em funcionamento, como o ‘Minha Casa, Minha Vida’. Sem dúvidas estamos num ano de travessia e de novas possibilidades, estamos atualizando as bases da nossa economia e nós iremos voltar a crescer dentro do nosso potencial”, afirmou.

Atualização às 11h59

“O objetivo é consolidar a expansão da classe média do Brasil. Queremos que o Brasil seja um país de classe média e ao mesmo tempo queremos que nós tenhamos competitividade em relação aos demais países. Por isso dou os parabéns à Raízen por estar na vanguarda deste processo’, disse Dilma encerrando o seu discurso.

1 COMENTÁRIO

  1. Este evento poderia estar muito bem com a presença somente do nosso grande governador, pois além de ser território paulista, a presença desta mulher não nos agrada em nada porque ela faz parte do grupo incompetente que forma o PT que conseguiram parar o pais, depois de mais de 12 anos de enganação a um povo sem consciência política.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: