O presidente do Rio Claro Futebol Clube, Dayvid Medeiros, confirmou que o Corinthians não efetuou o pagamento ao clube da compra do lateral Danilo Avelar junto ao Torino, em 2019. Avelar jogou no Galo Azul entre 2008 e 2010 e o Rio Claro Futebol Clube teria direito ao valor devido à norma de solidariedade da FIFA, que garante aos clubes formadores de atletas uma porcentagem de cada transição que os envolva.

De acordo com o presidente, a primeira das duas parcelas do pagamento que giram em torno de R$ 20 mil deveria ter sido paga em maio, o que não aconteceu.

“Eles não repassaram o dinheiro, o direito de compra do Corinthians seria no ano passado, mas ficou combinado de pegar metade em 2020 e outra metade em 2021. O primeiro pagamento venceu agora em maio de 2020 e não foi feito”.

O presidente ainda espera receber do Corinthians de forma amigável, mas cogita acionar a FIFA se o acordo não for cumprido.

“O Corinthians tem 30 dias para realizar o pagamento ao clube formador, o que não foi feito. Já entramos em contato para receber amigavelmente, mas se não receber amigavelmente vamos entrar na FIFA, infelizmente”.

O presidente do Galo Azul demonstrou espanto com a postura do Timão.

“O que me deixa mais espantado é: se não tem dinheiro para pagar, como contrata? Na semana do pagamento da nossa parcela eles contrataram o Jô. É uma falta de respeito, não só com o Rio Claro, mas até com os próprios jogadores que estão lá com o salário atrasado”.

Dívida

O Corinthians viu a sua dívida disparar no último ano, chegando a R$ 665 milhões (sem considerar o financiamento da Arena).

Mais em Esportes:

Palmeiras e Corinthians decidem hoje o Paulistão

Rio Claro FC intensifica os treinos