Conheça os princípios da osteopatia

431

Publieditorial

O Jornal Cidade lançou no dia 27 de agosto ‘conteúdos especiais’ dentro do Suplemento Soft. A cada domingo, um assunto diferente, através de conteúdo produzido por especialistas de cada área. Na estreia, o assunto foi ‘Saúde e Beleza’ e profissionais gabaritados trouxeram informações preciosas para quem quer viver bem, com saúde e com qualidade.

No próximo domingo, dia 3 de setembro, o Soft trará um conteúdo ‘extra’ sobre Nutrição e Bem Estar. Especialistas darão dicas preciosas sobre alimentação, atividade física, saúde, beleza, estética e bem estar. Não perca!

OSTEOPATIA

“Quando todas as partes do corpo estão em ordem, este se encontra são. E, ao contrário quando não estão, pode instalar-se uma deformidade”.  Andrew Taylor Still (1864), criador da osteopatia.

A osteopatia é uma terapia manual que diagnostica e trata as doenças que se caracterizam por uma perda de mobilidade no sistema musculoesquelético. Refere-se a um sistema terapêutico baseado na crença de que o corpo, com sua função articular e muscular normal e com nutrição adequada é capaz de se defender contra a maior parte das condições patológicas.

Princípios da osteopatia:

  • A estrutura governa a função: uma patologia não pode se desenvolver se a estrutura está em harmonia, portanto, o distúrbio da estrutura origina a doença.
  • A unidade do corpo: diz respeito ao nosso sistema miofascial esquelético que é capaz de guardar em sua memória todos os traumatismos causados no corpo humano. Todo stress é registrado pelo cérebro, assim um fator psicológico importante pode desencadear uma enfermidade.
  • A autocura: homeostase – capacidade de cura do corpo. Depois que uma disfunção é tratada, o corpo tem a capacidade de reajustar-se e voltar à normalidade.
  • A lei da artéria: o sangue é o meio de transporte de todos os elementos. Se ocorre deficiência no sistema circulatório acontecerá uma falta de nutrição tecidual, retorno venoso mais lento, acúmulo de toxinas, edema.
  • Baseado nesses princípios, o foco do tratamento osteopático é detectar e tratar as chamadas Disfunções Somáticas, que correspondem a diminuição de mobilidade tridimensional de qualquer elemento conjuntivo, caracterizadas por restrições de mobilidade (hipomobilidade).

A osteopatia pode ser subdividida em 3 segmentos:

  • Estrutural: relacionada às disfunções musculoesqueléticas (articulações, músculos, ligamentos, fáscias, etc.).
  • Craniana: atua no micromovimento rítmico dos ossos cranianos relacionado com tensões das meninges (dura-máter) e produção/absorção do líquido cérebro-espinhal. As disfunções desse sistema repercute principalmente sobre o sistema nervoso autônomo, nervos cranianos e vascularização craniana.
  • Visceral: trabalha diretamente sobre as vísceras, direcionado ao bom funcionamento do corpo relacionando as vísceras, sistema nervoso e sistema estrutural.

No Brasil a osteopatia é uma especialidade da fisioterapia, o diagnóstico e tratamento são realizados de forma global sem restrições de idade, integrando os sistemas corporais na busca das causas das enfermidades e não somente suas consequências.

Ana Paula Chioli Boer

Fisioterapeuta – Crefito: 15.589-F

Especialista em Osteopatia, Pilates, Acupuntura, RPG e Radiestesia.

Clínica Chioli – Rua 16, 530 – Consolação – 3597-0811

Qual sua opinião? Deixe um comentário: