Com sequência de homicídios, RC contabiliza 28 mortes violentas

134

Carine Corrêa

Três mortes sequenciais e Rio Claro já soma 28 pessoas assassinadas neste ano. Últimos dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) revelam que, no primeiro semestre de 2014, dezessete pessoas foram vítimas de homicídio na cidade, além do caso de latrocínio – roubo seguido de morte – que também está incluso no cenário violento.

Em 2013, as estatísticas revelam que até o mês de agosto 31 pessoas haviam sido executadas no município, contra 28 neste ano. Conforme levantamento realizado pelo JC, as mortes de 2014 ocorreram em diferentes bairros de Rio Claro.

O primeiro homicídio do ano foi registrado no Jardim Guanabara. Outros bairros como Jardim Santa Elisa, Vila Operária, Jardim Centenário, Jardim Novo, Jardim Progresso, Jardim Bonsucesso, São Miguel, Santa Maria, Cervezão, Distrito Industrial,Vila Aparecida, Vila Nova e Vila Industrial também foram palcos da violência.

Somente na região da Estrada Velha de Araras, três pessoas foram executadas, o que representa 11% do total de homicídios já somados em 2014. Na terça-feira (12), mãe e filha foram mortas em frente à residência no bairro Vila Nova.

As últimas informações são que o principal suspeito e ex-namorado da jovem Paula Eduarda Lopes Guerino, 20 anos, ainda está foragido.

As três últimas mortes em Rio Claro estão sendo investigadas como crime passional. No último caso, um jovem foi morto pelo ex-sogro na Vila Industrial.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: