Ciclista tem dificuldade para atravessar Avenida dos Estudantes. Colisão neste domingo (22) vitimou um homem na pista

Carine Corrêa

Ciclista tem dificuldade para atravessar Avenida dos Estudantes. Colisão neste domingo (22) vitimou um homem na pista
Ciclista tem dificuldade para atravessar Avenida dos Estudantes. Colisão neste domingo (22) vitimou um homem na pista

Um homem de 50 anos morreu em um acidente na noite desse último domingo (22), na Avenida dos Estudantes. Sinvaldo Martins de Souza é natural da Bahia e ocupava a garupa de uma motocicleta. A moto seguia sentido à Rodovia Wilson Finardi (SP-191), quando em determinado trecho da pista acabou sendo atingida por um veículo desconhecido.

O registro da Polícia Civil detalha que Sinvaldo chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) até uma unidade médica, no entanto, não resistiu aos graves ferimentos sofridos no acidente.

A reportagem do JC esteve no acesso nesta segunda-feira (23) e ouviu a reclamação do ciclista Carlos Alberto Marangoni. O ciclista enfrenta dificuldades em transitar pela avenida, e classifica a pista como perigosa. “Há espaço para implantação de acostamento, que garantiria mais segurança. Porém, não adianta reclamar porque nada será feito. Muita corrupção e nada de retorno para a população. Com a quantidade de impostos que pagamos, o mínimo seria oferecer uma infraestrutura de qualidade”, reclamou Carlos.

Em agosto do ano passado, a Secretaria de Mobilidade Urbana apresentou um pré-projeto aos moradores daquela região referente à duplicação da Avenida dos Estudantes. Na época, a Prefeitura havia informado que os estudos estavam em fase “embrionária”. Consultada novamente sobre o assunto, a administração municipal disse que mantém a proposta de duplicação da Avenida. “Paralelamente, a Secretaria fez melhorias na sinalização viária para dar mais segurança aos pedestres e motoristas que trafegam na região. Um semáforo de pedestres foi implantado na altura da Rua 9 MP, para dar maior segurança ao fluxo de pedestres”, justificou.

Outros casos

Em 2012, um caminhão que transportava vidro tombou em uma curva da Avenida. Apesar do motorista ter apresentado apenas ferimentos leves, testemunhas reivindicaram melhorias na pista. Três meses depois, um acidente no mesmo acesso tirou a vida de um policial. Na época, Frederico Pavlinscenkyte, de 24 anos, morreu após se envolver numa grave colisão.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Notícias:

Rio Claro vacina contra a Covid nesta 6ª-f a partir das 7h30

Princesa Victoria ganha consultório odontológico