Caminhoneiros fazem protestes pedindo a saída do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e pelo fim da fase vermelha, a mais restritiva imposta pelo executivo paulista para frear o avanço da Covid-19, nesta sexta-feira (5). Eles bloqueiam três pistas da marginal Tietê, na saída da Castello Branco. (Foto: Marcelo Gonçalves/Folhapress)

Caminhoneiros realizam na manhã desta sexta-feira (5) um protesto na Marginal Tietê, em São Paulo, contra as medidas de restrição anunciada pelo Governo do Estado de São Paulo para conter o avanço da covid-19. O trecho interditado é no sentido rodovia Ayrton Senna.

Caminhões e vans estão parados nas três faixas da via – central, expressa e local, liberando apenas carros de passeio e motos. Os manifestantes seguram faixas contra o governador João Doria (PSDB).

Polícia Militar e agentes da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) estão no local.

Vale lembrar que a partir da zero hora deste sábado (5) todo o Estado de São Paulo entra na Fase Vermelha do Plano SP. Apenas serviços essenciais como, mercados e farmácias ficam abertos, mas com capacidade reduzida. A medida vale até o dia 19, mas pode ser prorrogada.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.