Caminhada Cultural destaca patrimônio histórico de Rio Claro

264

Divulgação 

O Arquivo Público e Histórico de Rio Claro realiza nesta semana a I Semana Nacional de Arquivos, promovida pelo Arquivo Nacional, Fundação Casa Rui Barbosa, Ministério da Cultura e Ministério da Justiça e Segurança Pública, que conta com eventos culturais em todos os arquivos públicos e privados brasileiros. Em Rio Claro o evento começou na segunda-feira (5) com Caminhada Cultural, realizada com apoio da Secretaria Municipal de Cultura. A atividade faz parte das comemorações do aniversário de 190 anos de Rio Claro, celebrado no dia 24 de junho.

Os participantes da Caminhada Cultural fizeram um passeio orientado pelo centro histórico da cidade. “A atividade teve como objetivo sensibilizar a comunidade sobre a importância de preservar o patrimônio arquitetônico local”, explica Mônica Frandi Ferreira, superintendente do Arquivo Público. O passeio foi conduzido por docentes do curso de Arquitetura e Urbanismo da faculdade Asser – Rio Claro e pelo restaurador João Rossi que tem em seu currículo trabalhos importantes como a restauração do Mosteiro de São Bento e do acervo da Catedral da Sé em São Paulo.

Para orientar a caminhada, os participantes receberam folheto com sugestão de percurso e informações sobre os principais monumentos e prédios históricos da região central, alguns tombados pelo Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico Arqueológico, Artístico e Turístico).

Foram incluídos no folder o solar do Barão de Dourado, o prédio do antigo Teatro Variedades, a Matriz de São João Batista, Escola Joaquim Salles, Praça da Liberdade, Estação Ferroviária, Gabinete de Leitura, entre outros elementos. Cada um deles com um pequeno histórico com informações sobre a data de construção, estilo, nível de proteção, mérito e estado de conservação.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: