Vivian Guilherme

Está chegando o dia de parar o Centro de Rio Claro e fazer a população refletir sobre um assunto esquecido pela maior parte da população, sobretudo pelo poder público, mas que é realidade para muitos rio-clarenses: a acessibilidade.

A segunda edição do Cadeiraço acontece no próximo dia 19 de agosto, com concentração às 8h30 no Jardim Público da cidade. O evento é organizado pela ONG Mais Forte que a Deficiência, com o apoio da Udam (União de Amigos do Menor), e prevê uma grande concentração de cadeirantes, deficientes e todos que quiserem participar do evento, que segue um trajeto pelas ruas da cidade: indo até a Avenida 8, subindo em direção à Rua 2 até a Avenida 7, finalizando o trajeto na Praça dos Ferroviários, localizada na Rua 1 com a Avenida 7.

Para Carla Hoffmann de Lima, presidente da ONG, o objetivo do evento vai muito além do alerta à sociedade. “Queremos sensibilizar a sociedade, o comércio e a população com relação à acessibilidade e ao direito do deficiente de transitar pela cidade com liberdade”, comenta. Além dos deficientes, o evento é aberto para toda a população e simpatizantes da causa. “Quem quiser poderá percorrer o trajeto em cadeira de rodas e vivenciar as dificuldades enfrentadas por tantas pessoas diariamente, evidenciando a dificuldade de locomoção que, na maioria dos casos, impossibilita o acesso ao comércio, praças, calçadas e até mesmo serviços públicos essenciais”, completa Carla.

Mais informações sobre o 2º Cadeiraço podem ser obtidas pelo telefone (19) 3596-2424. A ONG Mais Forte que a Deficiência fica na Avenida 30, entre ruas 10 e 11, número 1.210, no Santana. As camisetas do evento poderão ser adquiridas na ONG.