O frio na barriga é inevitável a 800 metros do chão, mas a magia de voar supera todo medo

Adriel Arvolea

O frio na barriga é inevitável a 800 metros do chão, mas a  magia de voar supera todo medo
O frio na barriga é inevitável a 800 metros do chão, mas a magia de voar supera todo medo

Rodrigo Pires e Renan Mancuso vivem nas nuvens. Mas, não é nenhuma expressão ou comportamento negativo. É que eles vivem, literalmente, nas alturas. A dupla de balonistas corta os céus da Cidade Azul com frequência.

O primeiro contato que tiveram com o esporte foi em 2005, quando o município sediou o 18° Campeonato Brasileiro de Balonismo, primeiro evento que aconteceu na nossa cidade. Desde 2008, atuam profissionalmente no segmento de voo turístico e ações promocionais com balões de ar quente. Apesar da experiência conquistada nos últimos anos, voar de balão pela primeira vez foi a realização de um sonho.

“Para nós, foi nada mais do que um sonho realizado. Teve muita ansiedade, expectativa e felicidade pela oportunidade de sentir a emoção em voar de balão, principalmente por ter sido em nossa cidade essa oportunidade”, comenta o balonista Rodrigo Pires.

Para Renan Mancuso, a sensação vivenciada é de total liberdade nas alturas. “É algo simplesmente mágico. É como se flutuássemos como bolhas de sabão ao sabor dos ventos”, reforça.

Mas, voar de balão é seguro? O paulistano Wellington Santos quase desistiu de subir no balão, durante passeio em Rio Claro. Porém, deixou o medo de lado e encarou a viagem. “Foi algo único e especial. Nunca irei me esquecer do que senti nas alturas”, avalia Santos.

Neste sentido, os profissionais garantem que, segundo estatísticas da Federação Aeronáutica Internacional (FAI), o balonismo tem índices de acidentes praticamente nulos, por isso o balão de ar quente tripulado proporciona o voo mais seguro do mundo.

“Nossos balões são sempre operados por pilotos habilitados junto à Anac (Agência Nacional de Aviação Civi) e nossa equipe de apoio é treinada e qualificada com experiência necessária para perfeita execução do serviço”, conclui a dupla de balonistas.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Esportes:

Pelé segue internado e quadro de saúde é estável