Ararense é finalista na 6ª Olimpíada Nacional de Língua Portuguesa

115

Ramon Rossi

Araras será bem representada na etapa final da 6ª Olimpíada Nacional de Língua Portuguesa. A estudante do 9º ano do Ensino Fundamental da Escola TCO (Thereza Colette Ometto), Michele de Souza Pereira, venceu com medalha de bronze a 1ª oficina e poderá ser uma das vencedoras da etapa final, que ocorre no dia 28 de novembro com a seleção dos 28 estudantes. A relação dos nomes será divulgada no dia 9 de dezembro. A aluna participa da Olimpíada com a crônica “Pipoca Mágica”

A olimpíada tem cinco categorias: Poema, Conto, Crônica, Artigo de Opinião e Documentário e o tema deste ano foi ‘O lugar onde eu vivo’. Foram 125 alunos selecionados na categoria. A estudante foi orientada pela professora Márcia Benedita Arnosti Siqueira e foi acompanhada pela professora Maria Gloria Sachi Amaral Bizon

A estudante revela que a conquista foi uma surpresa. “Não esperava chegar à semifinal. Foi uma experiência incrível conseguir ser uma das primeiras ararenses a ser selecionada nas Olimpíadas de Língua Portuguesa. Escrevi um texto contando minha experiência e de vários ararenses que vão à missa, à praça e depois disso vão comer e experimentar a melhor pipoca de Araras: a pipoca do Seu Zé”.

Os estudantes e professores de escolas públicas selecionados na etapa estadual estiveram em São Paulo entre os dias 23 e 25 de outubro durante a etapa semifinal. Participaram de passeio cultural à Pinacoteca do Estado (um dos principais museus da cidade), palestra do escritor Jessé Andarilho, roda de conversa com autores, oficinas de texto e atividades de integração com os demais semifinalistas e professores de todos os estados brasileiros.

Dos 125 estudantes, somente 38 foram selecionados, de todas as regiões do país, para a etapa final, quando serão revelados os vencedores nacionais. Em número absolutos, a edição abrangeu 4.876 municípios, com 42.086 escolas inscritas. Dessas, 85.908 professores em 171.035 inscrições nas categorias. Mais de cinco milhões de alunos participaram das oficinas de leitura e escrita realizadas para as produções textuais.

A Olimpíada de Língua Portuguesa é realizada pelo Itaú Social e o MEC (Ministério da Educação), com coordenação técnica do Cenpec (Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária). O objetivo é apoiar os professores da rede pública no aprimoramento das práticas de ensino de leitura e escrita. O concurso conta com a parceria da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), da Fundação Roberto Marinho e do Canal Futura.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: