Araras fecha 1º semestre com 892 novos empregos, aponta Caged

314
Ramon Rossi

Araras fechou o 1º semestre de 2019 com 892 novos empregos. Isso foi o que apontou dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), vinculado ao Ministério da Economia.

Segundo o levantamento, a relação empregatícia do município entre os meses de janeiro a junho foi a seguinte: 7.519 admissões e 6.627 desligamentos. O saldo positivo de 892 teve como responsáveis os setores da Indústria de Transformação, Serviços e Agropecuária, Extração Vegetal, Caça e Pesca, com números expressivos de contratações.

Outros seis setores também foram avaliados pelo Caged – Extrativa Mineral, Serviço Industrial de Utilidade Pública, Construção Civil, Comércio, Administração Pública e também, Outros/Ignorado. Comparando com o mesmo período de 2018 (6.867 admissões e 6.330 – variação absoluta de 537), o crescimento foi de 355 vagas, ou seja, 66% a mais.

O cadastro nacional destaca ainda que na Microrregião de Limeira, onde Araras está inserida, a cidade é a segunda que mais gerou vagas, atrás apenas de Limeira, que contou com saldo positivo de 1.363 novos empregos nos seis primeiros meses deste ano.

Além de Araras e Limeira, a Microrregião é composta pelas cidades de Santa Gertrudes (saldo positivo de 560 empregos), Leme (saldo positivo de 357), Iracemápolis (saldo positivo de 209), Cordeirópolis (saldo positivo de 188), Conchal (saldo positivo de 171) e Santa Cruz da Conceição (saldo positivo de 17).

Qual sua opinião? Deixe um comentário: