O apoio financeiro à Santa Casa de Misericórdia de Rio Claro foi destaque na reunião realizada ontem (14) no Parlamento Regional da Aglomeração Urbana de Piracicaba (Praup). Pela primeira vez na cidade, o encontro reuniu dezenas de vereadores e teve como anfitrião o presidente da Câmara Municipal, José Pereira (PSD). Na oportunidade, os vereadores rio-clarenses apelaram aos parlamentares da região para que colaborem com iniciativas que visem dar ‘socorro’ de recursos à entidade, que também atende pacientes das cidades vizinhas.

“A defasagem da tabela SUS é a triste realidade que sufoca as finanças da Santa Casa, instituição responsável pelo atendimento médico gratuito para toda a nossa microrregião. Rio Claro fez a sua parte neste processo”, lembrou Pereira ao citar o projeto de lei aprovado há poucos dias na Casa de Leis que prevê uma contribuição financeira a ser paga junto com o código de barras de água/esgoto do Daae e que será destinada à instituição de saúde posteriormente.

A líder do governo Gustavo Perissinotto (PSD), vereadora Carol Gomes (Cidadania), recolheu assinaturas dos demais vereadores de Rio Claro para dois ofícios apresentados na reunião de ontem. Um pede que as Câmaras Municipais vizinhas também coloquem projeto de lei semelhante para votação e outro documento solicita que os vereadores dos municípios que se utilizam do Sistema Único de Saúde (SUS), sobretudo através da Santa Casa, encaminhem emendas parlamentares para custeio.

Ainda durante o encontro do Parlamento, o vice-provedor da entidade, Jorge Pedro, apresentou um ‘raio-X’ da crise financeira que ameaça a instituição. “O atendimento via rede pública de Saúde custa anualmente R$ 52 milhões para a Santa Casa de Misericórdia. O governo federal repassa 50% deste valor via Sistema Único de Saúde (SUS), recebemos 12% da Prefeitura e 8% do governo estadual. Os outros 30%, a Santa Casa tem de arcar acumulando prejuízos”, declarou.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Ventos contrários

Boletim aponta oito novos casos de Covid em Rio Claro