Acidentado reencontra fiel companheira em Santa Gertrudes

97

Antonio Archangelo

Cena comovente: cadela acompanha dono que se acidentou em Santa Gertrudes (Foto: Cristopher Mariano)
Cena comovente: cadela acompanha dono que se acidentou em Santa Gertrudes (Foto: Cristopher Mariano)

O rio-clarense e morador de rua Robson Maria Pereira (37) reencontrou no final da tarde dessa segunda-feira (15) a cachorra Nina, que havia desaparecido após acidente registrado no domingo (14).

Nina ficou conhecida da população da cidade ao defender o dono que se envolveu num acidente às 10h do domingo, após cair de bicicleta e bater a cabeça. Enquanto o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) atendia o homem, Nina ficou o tempo todo ao seu lado, resguardando Robson, chegando até a entrar na ambulância para acompanhar o dono até o hospital.

Depois do atendimento, a cachorra acabou sumindo. Robson chegou a falar que, se o animal não voltasse, iria “fazer jejum”. Nina reapareceu no final do dia.

“Ela é mais que uma cachorra. É minha companheira. Todo dia ela puxa minha coberta e pede para abrir o portão”, disse Robson que mora, atualmente, num barracão cedido por donos de uma cerâmica de Santa Gertrudes.

“Quando caiu, ela ficou todo tempo ao meu lado e me acompanhou. Ela chegou a avançar no pessoal do resgate. E foi comigo também até o hospital”, disse, emocionado.

Nina acompanha o rio-clarense há alguns anos. De acordo com ele, o animal foi um presente de um vereador de Santa Gertrudes. “Meus pais morreram em um acidente de ônibus. Depois, para não depender do dinheiro dos meus tios, resolvi virar morador de rua e a Nina é como membro da família agora, ficaria muito chateado se não a encontrasse mais“, relatou Robson à reportagem do Jornal Cidade.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: