RC faz cadastro de moradores para inaugurar unidade de saúde

808

Divulgação 

Após finalizar obra no Jardim Santa Eliza que estava paralisada desde o ano passado, a prefeitura de Rio Claro iniciou o cadastramento de moradores que serão atendidos pela nova unidade de saúde que em breve será entregue pelo governo municipal naquela região.

A nova unidade é uma das seis que estavam com obras paradas até o ano passado, na administração anterior. Na semana passada, o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, anunciou a retomada das obras em mais uma delas, no bairro São Miguel. O município está redobrando esforços para que as obras das USFs do Bela Vista, Jardim Progresso, Jardim Brasília e Vila Verde/Mãe Preta também sejam retomadas.

O cadastramento no Figueira e Santa Eliza é feito pelos agentes comunitários de saúde. Todas as casas dos dois bairros estão sendo visitadas. Esse trabalho, chamado “territorialização”, é necessário para organizar o atendimento e ajudar os profissionais da nova unidade de saúde a realizarem o melhor acolhimento possível à comunidade. “É importante que a equipe conheça previamente todos que serão atendidos na nova USF”, reforça o secretário de Saúde de Rio Claro, Djair Francisco.

Assim como as demais USFs do município, a do Jardim Santa Eliza atenderá os usuários, previamente cadastrados, em demanda espontânea, agendamentos de consultas, cuidados com pré-natal, puericultura, exame de papanicolau, vacinas, medicações, consultas complementares e outros atendimentos de saúde. Uma das características das unidades de saúde da família é ter equipe que realiza visitas domiciliares.

A nova USF, fundamental para a estrutura da rede municipal de saúde, é importante principalmente para moradores daquela região, que hoje precisam se deslocar em média cinco quilômetros para chegar à unidade de saúde mais próxima, no bairro Wenzel.

A construção da USF do Santa Eliza/Jardim Figueira havia sido abandonada no governo anterior. A atual administração retomou em abril a obra, que já foi concluída. A Fundação de Saúde está adquirindo móveis e equipamentos. O remanejamento de servidores que irão trabalhar no atendimento da unidade também já foi feito.

1 COMENTÁRIO

Qual sua opinião? Deixe um comentário: