Emicida é uma das atrações da vizinha Piracicaba, que assim como Limeira, tem shows no fim de semana de 23 e 24 de maio (Foto: divulgação)

Fabíola Cunha

Emicida é uma das atrações da vizinha Piracicaba, que assim como Limeira, tem shows no fim de semana de 23 e 24 de maio (Foto: divulgação)
Emicida é uma das atrações da vizinha Piracicaba, que assim como Limeira, tem shows no fim de semana de 23 e 24 de maio (Foto: divulgação)

Emicida, Zeca Baleiro, Marcelo D2. Nomes da música que atraem grande público estarão próximos de Rio Claro na Virada Cultural Paulista. Próximos, mas não aqui. Esses e outros músicos apresentam-se em Piracicaba e Limeira durante a nona edição do evento – Rio Claro nunca foi incluída no circuito.

O Governo do Estado de São Paulo revelou as principais atrações musicais da Virada Cultural Paulista 2015 na semana passada, quando o Secretário de Estado da Cultura, Marcelo Mattos Araujo, recebeu representantes dos 23 municípios parceiros.

O evento acontece em dois fins de semana: onze cidades participam nos dias 23 e 24 de maio e, doze, nos dias 30 e 31 de maio.

Em Limeira, que participa pela primeira vez, estão confirmados Alpha Blondy, Bixiga 70, Damas do Samba, Filipe Ret e Marcelo D2. Em Piracicaba, Zeca Baleiro, Emicida, Móveis Coloniais de Acaju, Melody e A Banda Mais Bonita da Cidade são destaques.

Ambas as vizinhas fazem parte do primeiro fim de semana do evento. Segundo informações divulgadas no site da Secretaria Estadual de Cultura, para fazer a definição das atrações de cada cidade “os produtores e coordenadores da Secretaria de Estado da Cultura se encontraram com representantes dos municípios participantes, que indicaram o perfil de público das suas regiões e os estilos de música e de gêneros culturais com maior destaque nas cidades”. O governo paulista paga os artistas e monta a programação cultural principal e as prefeituras garantem a montagem da infraestrutura de palco, som e luz, além da segurança e limpeza nas áreas do evento, conforme divulgado no site.

Procurada para comentar a ausência da cidade na programação da Virada, a Prefeitura Municipal de Rio Claro, por meio de sua assessoria, informou que “a Secretaria Municipal de Cultura entende que os investimentos necessários em contrapartida para a realização da Virada Cultural Paulista em Rio Claro representam valores que são mais bem investidos em atividades ao longo do ano dentro do calendário de eventos culturais do município. Vale observar que, além dos recursos destinados ao dia a dia dos setores e atividades da Secretaria Municipal de Cultura, o orçamento municipal deste ano prevê investimentos culturais superiores a R$ 800 mil em subvenções para entidades culturais”.

Sobre a realização de edição própria da Virada Cultural no município, como ocorreu em 2014, a informação é que a pasta “está priorizando em 2015 o acesso às atividades culturais com a realização de eventos distribuídas ao longo do ano, ao invés de concentrados em um período curto de 24 ou 48 horas. Atividades no Centro Cultural, no Centro de Artes e Esportes Unificado, Jardim Público, Praça Dalva e outros são exemplos. Esse trabalho da prefeitura está sendo feito com o apoio do Conselho Municipal de Políticas Culturais e com as entidades afins”.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Notícias:

Pharoah Sanders, saxofonista e lenda do jazz, morre aos 81 anos

Cresce número de crianças registradas por mães solo

JC nas Eleições debate dificuldade para Rio Claro eleger deputados