Vigilância interdita duas escolas municipais em RC

117

Ednéia Silva

A Vigilância Sanitária de Rio Claro interditou as escolas municipais Prof. Sebastião Ambrósio (creche) e Hélio Jorge dos Santos (educação infantil), que funcionam no Complexo Educacional do Jd. Novo. A interdição ocorreu depois que funcionários e alunos ficaram doentes com quadro de diarreia.

A denúncia foi feita ao JC nessa segunda-feira (8) por funcionários e pais de alunos. Segundo relatos dos denunciantes, o problema começou na última quarta-feira (3), quando um surto de diarreia atingiu pelo menos 15 crianças e funcionários da Escola Sebastião Ambrósio.

Nessa segunda-feira (8) a Vigilância Sanitária interditou a Escola Hélio Jorge dos Santos por tempo indeterminado. O problema seria no reservatório, que estaria com água contaminada. Os denunciantes relatam que a unidade de ensino fez uma reunião a portas fechadas para discutir o problema que gerou autuação para a instituição.

A prefeitura foi procurada pela reportagem para comentar os casos. Em nota enviada pela assessoria de imprensa, a administração municipal informa que a Vigilância Sanitária realizou testes na água da caixa da escola, que passará por limpeza nesta quarta-feira (10). O serviço está previsto para ser concluído na quinta-feira (11).

A assessoria afirma que a Secretaria Municipal da Educação está “sempre atenta ao bem-estar das crianças e demais estudantes da rede municipal de ensino, e que cumpre as indicações sanitárias realizando a limpeza das caixas d´água nas escolas há cada seis meses”. De acordo com a pasta, “a limpeza mais recente foi realizada em junho, portanto, há menos de seis meses”.

COMPLEXO EDUCACIONAL

O Complexo Educacional localizado no bairro Jardim Novo I tem capacidade para atender 2.140 alunos, sendo 1.300 da rede municipal de ensino e 840 da rede estadual. As escolas municipais que integram o Complexo Educacional I são a creche Sebastião Ambrósio, a pré-escola Hélio Jorge dos Santos e a escola de Ensino Fundamental. A rede estadual oferece ensino médio.

O Complexo Educacional do Jardim Novo entrou em funcionamento em 2011.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: