DEPREDAÇÃO: vidro da sala que abriga o CRAS no complexo de esportes do Mãe Preta foi quebrado pelos vândalos

Carine Corrêa

DEPREDAÇÃO: vidro da sala que abriga o CRAS no complexo de esportes do Mãe Preta foi quebrado pelos vândalos
DEPREDAÇÃO: vidro da sala que abriga o CRAS no complexo de esportes do Mãe Preta foi quebrado pelos vândalos

Durante a madrugada dessa segunda-feira (20), o prédio do Centro de Artes e Esportes Unificado (CEU), situado no Mãe Preta foi depredado por vândalos.

O bispo Antonio Esteves, que ocupa o cargo de vice-presidência do complexo de esportes, detalha que chegava ao local pela manhã do mesmo dia, quando notou manchas de sangue no chão e o vidro de uma das salas quebrado. “Me deparei com os destroços no chão e estas manchas de sangue. Nada foi levado desta vez. A Guarda Municipal esteve aqui e registrou a ocorrência”, relatou.

A sala que teve um dos vidros quebrados, abriga o Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) da região do Mãe Preta.

O bispo ainda conta que, na semana passada, na sala que abrigará o futuro telecentro do CEU, houve uma tentativa de furto dos computadores que serão utilizados para funcionamento da atividade. “As máquinas estavam empilhadas, mas não chegaram a levá-las. Provavelmente devem ter se assustado com algum barulho e por esse motivo não roubaram os equipamentos”, acrescentou.

Antonio Esteves ainda revela que já foram subtraídos do espaço espelhos dos toaletes, um liquidificador, torneiras e outros objetos dos banheiros. “Vejo dois lados neste problema. Um seria o da comunidade, que não está zelando pelo patrimônio público. O outro seria do poder público, que não faz a segurança necessária do espaço”, opinou.

O secretário municipal de Segurança Pública José Sepúlveda informou que irá até lá nesta quarta-feira (22), para verificar ‘in loco’ o problema levantado.

“O guarda que atendeu essa ocorrência revelou que uma pedra foi atirada no vidro, o que provocou os destroços”, diz. Ele ainda reforça que a Guarda Municipal percorre todos os bairros da cidade para fazer a segurança dos espaços públicos. “É importante ressaltar para que toda a comunidade ajude na preservação do espaço e não pratique atos de vandalismo, que prejudicam a própria população”, conclui.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Segurança:

Boletim policial deste sábado(1)

Desmanche de veículos é descoberto na Vila Nova