Amigos e familiares prestaram as últimas homenagens ao conhecido tatuador de Rio Claro, Luiz Rafael da Silva. Aos 22 anos, ele é a mais jovem vítima de Covid-19 no município. O tatuador faleceu na última sexta-feira (10) e seu corpo foi sepultado no sábado (11) pela manhã.

De acordo com seu irmão Luiz Gabriel, o profissional havia feito quatro testes particulares e todos deram negativo. No entanto, após sentir-se mal, foi internado na Santa Casa no dia 29 passado. O caso agravou-se e Luiz Rafael foi entubado na unidade.

“Após sete dias de internação, o resultado saiu como positivo para coronavírus. Mas, seu pulmão já estava 80% comprometido e ele não resistiu”, comenta o irmão. O tatuador estava com seu novo estúdio de trabalho, o Rafa Ink Tattoo, pronto para inauguração. “Era um sonho. Ele começou a tatuar muito jovem, ganhou três prêmios em primeiro lugar no Tattoo Fest de Rio Claro”, recorda.

Luiz Gabriel faz um apelo. “A gente vê todos publicando fotos em festas, levando na brincadeira. Não se preocupam, mas só vão sentir quando acontecer com alguém da sua família, como ocorreu conosco. Foi tudo muito rápido”, lamenta. Luiz Rafael deixa dois irmãos, Luiz Gabriel e Clotilde Reis, o pai Luiz Sérgio da Silva, a mãe Rosa Lia da Silva e a noiva Raiane Chagas.

Rio Claro já registra com a morte do profissional 48 mortes por Covid-19. Boletim divulgado na sexta-feira (10) confirma 22 casos positivos registrados no município em 24 horas e total de 1.531 casos da doença.